Homem armado rondou casa de abrigo

10 Nov 2017 / 02:00 H.

Um homem, com cerca de 60 anos, foi apanhado pela Polícia de Segurança Pública (PSP) a rondar a casa de abrigo onde está recolhida a sua mulher, vítima de violência doméstica.

Segundo o DIÁRIO apurou, o indivíduo descobriu onde a vítima estava a viver e, na noite da passada segunda-feira, dirigiu-se até ao local com uma arma de fogo na mão.

Ao se aperceber do sucedido alguém terá contactado a Polícia, que se deslocou ao local e apanhou o homem em flagrante delito, na posse de uma arma de fogo transformada de calibre 6.35 mm, carregada com munições e pronta a disparar.

O indivíduo, nascido no Continente, foi detido por um crime de violência doméstica e de uso de arma proibida. Acabou por passar a noite nos calabouços, uma vez que não possuía qualquer licença de uso e porte de arma, tendo sido notificado para comparecer a tribunal.

Na passada terça-feira foi ouvido em primeiro interrogatório judicial.

O homem ficou indiciado pela prática de violência doméstica e detenção de arma proibida e ficou sujeito às medidas de coacção de Termo de Identidade e Residência, obrigação de não permanecer em qualquer residência onde habite ou venha a habitar a vítima, mantendo-se a uma distância não inferior a 200 metros com vigilância electrónica, obrigação de não contactar a vítima por qualquer meio e obrigação de se apresentar na Esquadra da Polícia de 15 em 15 dias.

Quanto à arma foi também apreendida pela Polícia de Segurança Pública.

Outras Notícias