Helicóptero cai no combate
a incêndio

Devido ao avanço das chamas, crianças e alguns adultos foram retirados de uma aldeia de Alijó

17 Jul 2017 / 02:00 H.

Um helicóptero accionado para o combate a um incêndio no concelho de Alijó caiu ontem à tarde, mas o piloto saiu apenas com escoriações ligeiras, apesar de ter sido levado para o hospital de Vila Real por precaução, afirmou a Autoridade Nacional de Protecção Civil em comunicado.

O comandante distrital de operações de socorro de Vila Real confirmou a queda do helicóptero quando este estava a efectuar os testes de balde numa barragem antes de iniciar o combate ao fogo de Vila Chã.

Quando ao fogo, ao início da tarde tinha sido dado como dominado, mas sofreu, entretanto, uma reactivação. Às 16h00, segundo a página da Autoridade Nacional da Proteção Civil, encontravam-se no combate ao incêndio 154 bombeiros, 41 viaturas e seis meios aéreos.

Já durante a tarde o incêndio obrigou à retirada de crianças e alguns idosos da aldeia de Chã, constatou a Lusa no local. A aldeia estava coberta pelo fumo e pelas chamas do fogo que cercavam a zona. Foram retiradas da aldeia de Chã crianças, alguns acamados e alguns idosos. As crianças foram transportadas para o pavilhão Municipal de Alijó.

As pessoas que foram retiradas são idosos ou pessoas com deficiência, não tendo sido evacuada nenhuma localidade “por inteiro”, por o incêndio não apresentar ainda perigo para tal, disse à agência Lusa o comandante dos Bombeiros de Alijó, José Carlos Rebelo.

Outras Notícias