Hélder e José fazem história

Uon Sailing Team fechou a etapa do Extreme Sailing Series com três pódios

14 Ago 2017 / 02:00 H.

O madeirense Hélder Basílio e o continental José Caldeira brilharam nas derradeiras regatas da etapa de Hamburgo do circuito mundial Extreme Sailing Series (ESS).

A competir nos pequenos catamarãs Flying Phantom a equipa lusa da Uon Sailing Team, composta pelos velejadores da Associação Náutica da Madeira fizeram história ao conseguir vencer uma regata, a 10.º nesta penúltima prova do circuito mundial de vela.

A ‘festa’ foi feita na primeira, das três regatas, realizadas ao início da noite do passado sábado com o duo luso a ser o mais rápido entre as 12 embarcações. Como se não bastasse Hélder e José viriam ainda a conquistar um terceiro lugar na regata seguinte, para fechar o dia com um 10.º lugar.

Já ontem e no derradeiro dia de competição a Uon Sailing Team teve pela frente um total de seis regatas tendo conquistado dois sétimos lugares, um oitavo e um quarto, para nas últimas provas voltar a andar na frente ao festejar um segundo lugar, na regata 16 e depois um sexto, na última prova onde os pontos eram a dobrar. Feitas as contas a equipa portuguesa termina a prova germânica no sétimo lugar com 260 pontos, enquanto os austríacos da Red Bull Sailing Team repetem os feitos das etapas da Madeira e de Barcelona ao conquistarem a vitória.

À entrada para a última prova do circuito mundial, que está marcada entre 25 a 28 de Agosto em Cardiff, a embarcação portuguesa ocupa o sexto lugar com 41 pontos, e estando a apenas sete pontos do terceiro posto, que é ocupado pelos franceses ‘Solidaires en Peloton. A liderança está a cargo da Red Bull Sailing Team com 61 pontos, seguido pelos franceses ‘Culture Foil’ com 55 pontos.

Oman Air vence ESS

Na prova rainha a embarcação do Oman Air (Omã) veio a vencer a etapa de Hamburgo passando agora a liderar o circuito juntamente com os dinamarqueses do SAP Extreme Sailing Series, com 54 pontos.

Outras Notícias