Governantes voltam à escola que frequentaram

O Presidente e os secretários voltam às secundárias onde estudaram

16 Set 2017 / 02:00 H.

Por instantes, “o Governo vai à escola”. Não para dar aulas, nem aprender matérias curriculares. A visita do presidente do Governo e dos secretários regionais decorre na próxima segunda-feira e visa assinalar a abertura do ano lectivo em todos os estabelecimentos de ensino da Região.

Os diversos membros do executivo voltam às origens, às escolas secundária que frequentaram ou, no caso de Rita Andrade, que não estudou na Região, ao estabelecimento com o qual tem mais afinidade. O presidente Miguel Albuquerque, acompanhado pelo secretário regional da Educação, visita a Escola Secundária Francisco Franco às 11h30. Contudo, Jorge Carvalho que tem andado num périplo pelas escolas na última semana, também passa na EB1 Nazaré, às 8h25 e no Galeão /São Roque, uma hora mais tarde.

O secretário que tutela as Finanças e a Administração Pública, Rui Gonçalves, estará às 9h30 na EB23 Camacha, enquanto o governante com a pasta dos Assuntos Parlamentares e Europeus, Sérgio Marques estará à mesma hora na Escola Secundária Jaime Moniz.

O secretário da Agricultura e Pescas, Humberto Vasconcelos, estará às 9h30 na EB123 Bartolomeu Perestrelo; o governante com a pasta da Economia, Turismo e Cultura, Eduardo Jesus, vai às 9h35 aos Salesianos; a secretária do Ambiente, Susana Prada, vai às 9h40 à Escola Básica e Secundária Gonçalves Zarco; a secretário dos Assuntos Sociais e Inclusão, Rita Andrade, passa pela APEL às 9h45.

Mais de 46 mil alunos da Região Autónoma da Madeira, menos 1.100 que em 2016/2017, vão iniciar o novo ano lectivo, apoiados por 6.348 professores. Ou seja, há um docente para cada sete alunos.

A tutela garante que tem sido desenvolvido um trabalho para que o início de mais um ano escolar aconteça com “estabilidade” do sistema de ensino regional, acrescentando que o “quadro de professores” e as “colocações estão dentro do prazo”.

Outras Notícias