Franceses

a final do euro’2016 continua bem presente na mente da selecção gaulesa

13 Jul 2018 / 02:00 H.

“No Europeu pensávamos que a final estava ganha. Não quero mentir: quando ganhámos à Alemanha, pensámos que íamos ganhar a final, depois de ver o percurso de Portugal. A mentalidade era diferente. Agora estamos focados, queremos dar tudo e ganhar”. O testemunho é de Pogba, médio do Manchester United, e comprova que os franceses ainda têm ‘atravessado na garganta’ a final do Euro’2016, que foi ganha pela selecção nacional, com um golo (inesquecível) de Éder, já no prolongamento.

Nessa final o favoritismo recaia por completo na França, que aumentou ainda mais quando, muito cedo, aos 25 minutos, Cristiano Ronaldo teve de ser substituído por lesão...

Os franceses parecem ter aprendido a lição. “Não vamos enfrentar esta final como o fizemos em 2016. Conheço o sabor da derrota e é muito amargo. Lembro-me bem das férias depois dessa derrota... Não foram boas. Não quero reviver isso. Quero regressar com um sorriso no rosto e fazer com que a França fique contagiada por ele”, revelou Pogba.

A França é novamente favorita mas do outro lado vai encontrar uma selecção que não se rende, que chegou, com mérito, à final e que terá quase todo o mundo a torcer por ela. A Croácia já tem adeptos em todo o mundo.

Outras Notícias