Fernando Santos prepara ‘revolução’ no onze inicial

Seleccionador pretende testar outras soluções nos dois jogos ‘particulares’

09 Nov 2017 / 02:00 H.

A selecção portuguesa realizou ontem o segundo treino de preparação para os particulares com Arábia Saudita e Estados Unidos, num apronto no qual Fernando Santos voltou a contar com os 24 convocados. O defesa Pepe realizou o treino por completo, depois de na véspera ter falhado os primeiros minutos da sessão de trabalho, devido a um atraso no voo proveniente da Turquia.

Nesta sessão de trabalho o técnico português deu algumas indicações sobre o possível ‘onze’ que poderá lançar contra a Arábia Saudita, amanhã, juntando na mesma equipa João Cancelo, Pepe, Luís Neto, Kévin Rodrigues, Danilo, Manuel Fernandes, João Mário, Bernardo Silva, Gonçalo Guedes e André Silva.

No penúltimo treino antes do encontro de amanhã, Fernando Santos dividiu o grupo em duas equipas para um exercício de posse e finalização com balizas pequenas, enquanto os três guarda-redes trabalharam à parte, com o adjunto Fernando Justino.

João Mário admite deixar o Inter

O português João Mário admitiu ontem que poderá abandonar o Inter Milão em Janeiro, durante o próximo mercado de transferências, para poder jogar mais e garantir um lugar nos eleitos de Fernando Santos para o Mundial’2018.

“Falta algum tempo para a reabrir o mercado. De certa forma irei ver o que vai acontecer e tomarei uma decisão com a noção do que é melhor para mim”, afirmou João Mário em conferência de imprensa. Esta temporada, o médio de 24 anos foi apenas três vezes titular na formação italiana e nos últimos dois jogos nem saiu do banco de suplentes.

“Obviamente que quero jogar mais, como todos. Acredito sempre que as coisas podem mudar e tenho o foco no meu trabalho. Irei jogar muito mais de uma forma ou outra. Tenho que aproveitar estes dois jogos com Portugal e mostrar que mereço fazer parte desta equipa. Nada tira a minha confiança e convicção que posso estar entre os eleitos no Mundial”, disse.

Outras Notícias