Fernando Santos espera jogo difícil

Seleccionador garante que selecção está preparada para este momento

07 Out 2017 / 02:00 H.

O seleccionador Fernando Santos desvalorizou ontem o facto de o encontro de hoje com Andorra, de qualificação para o Mundial’2018, ser disputado num relvado sintético e disse que Portugal está preparado para uma “dura batalha”.

“Portugal é favorito, obviamente. Não podemos fugir a essa questão. Se perguntarem se vai ser fácil, eu direi que não. Vai ser muito difícil. Vai depender de nós e da atitude que a equipa vai ter em campo”, afirmou Fernando Santos, classificando o jogo como uma “dura batalha”.

“Andorra tem vindo a evoluir. Tem vindo a crescer. Tem jogadores experientes que combinam com alguns mais novos. Em quatro jogos em casa, sofreu três golos. Isso quer dizer que é difícil marcar aqui. Sabemos da determinação e vontade que tem em defrontar Portugal”, disse o técnico de 62 anos.

A partida de hoje vai será num sintético, um tipo de relvado que todos os jogadores da selecção nacional não estão habituados a pisar, questão essa que mesmo assim não preocupa Fernando Santos.

“É o campo onde vamos ter que jogar esta meia-final. É um campo diferente do que estamos habituados, mais favorável à equipa de Andorra. Mas isso não pode servir de tema nem de conversa. Pelo menos, durante a semana, não foi entre os jogadores e equipa técnica”, referiu.

Portugal tem seis jogadores, incluindo Cristiano Ronaldo, em risco de não defrontarem na terça-feira a Suíça, caso vejam um amarelo perante Andorra, situação que poderá levar o seleccionador a fazer alterações no ‘onze’, algo que Fernando Santos prefere não confirmar.

“Irei apresentar a equipa que eu entendo ser a melhor para abordar este jogo. Só dou a equipa aos jogadores duas horas antes do jogo. Não ia ser hoje que ia dizer a equipa que vai jogar, obviamente”, afirmou.

A selecção nacional ocupa o segundo posto do grupo, com 21 pontos, menos três do que a Suíça, que lidera só com vitórias. As duas equipas já têm pelo menos assegurado um lugar no ‘play-off’, caso falhem o primeiro lugar.

“É uma espécie de meia-final”

O médio Danilo afirmou ontem que a selecção portuguesa de futebol tem que ser “mais aguerrida” do que Andorra no sábado, para vencer este jogo do grupo B e manter-se perto do “sonho” de estar no Mundial’2018.

“Estamos a encarar este jogo como uma meia-final. Se não ganharmos este jogo, o jogo com a Suíça fica quase sem efeito. Temos que ganhar para poder continuar com o nosso sonho de ir ao Campeonato do Mundo”, disse Danilo.

O Andorra-Portugal, de qualificação para o Mundial, terá arbitragem do checo Miroslav Zelinka.

Outras Notícias