“Falhar o Mundial seria uma loucura”

‘Hat-trick’ de Messi dá qualificação à Argentina. Jogador já pensa no título

12 Out 2017 / 02:00 H.

A ‘grandiosidade’ de Lionel Messi apareceu em todo o seu esplendor na terça-feira em Quito, em forma de um ‘hat-trick’, num histórico 3-1 ao Equador, que salvou a Argentina de falhar pela primeira vez um Mundial desde 1970.

Lionel Messi mostrou-se muito satisfeito pelo apuramento da Argentina, mas admitiu que chegou a temer ficar de fora. “Estamos tranquilos, pois conseguimos o nosso objectivo, que é o mais importante”, disse o jogador do Barcelona, depois de apontar o seu primeiro ‘hat-trick’ nas eliminatórias, e quinto na selecção.

O ‘10’ argentino deixou claro que “todos querem que a selecção esteja bem” e prometeu “dar o melhor no Mundial e tratar de conseguir ganhá-lo”. “Foi injusto o que se passou no Mundial (de 2014) e nas duas últimas edições da Copa Américas (2015 e 2016). Merecíamos ter ganhado as três finais. Oxalá, possamos ter nova oportunidade. Para já, temos de preparar-nos bem e pensar em melhorar”, frisou. Antes de começar a preparar a prova marcada para a Rússia, de 14 de junho a 15 de julho de 2018, é tempo de festejar o apuramento: “Teria sido uma loucura a Argentina ficar fora do Mundial. Este grupo mereceu isto, pelo que lutou”.

“É o melhor jogador da história”

Quanto ao seleccionador argentino, Jorge Sampaoli, afirmou no final do encontro que Lionel Messi é o melhor jogador da história do futebol. “Messi não deve um Mundial à Argentina, o futebol é que deve um Mundial ao Messi. É o melhor jogador da história. Era muito ilógico que o torneio mais importante do Mundo não o tivesse”, disse o técnico argentino, na conferência de imprensa. Sampaoli contou que todos queriam levar Lionel Messi ao Mundial: “Na palestra antes do encontro, dissemos que todos tínhamos que levar o Leo ao Mundial”.

“Fortalecemo-nos como grupo para lograr que ele se libertasse e pudesse mostrar tudo o que mostrou”, disse o seleccionador argentino, após o seu primeiro triunfo nas eliminatórias, depois de empates com Uruguai, Venezuela e Peru.

Uruguai, Argentina e Colômbia garantiram terça-feira um lugar no Mundial. O Brasil já tinha alcançado esse objectivo. Ao perder em casa, por 1-0, diante da Venezuela, o Equador ficou fora dos lugares de qualificação.

Outras Notícias