Fado como forma de vida inspira espectáculo no Teatro

sessões acontecem

29 Dez 2017 / 02:00 H.

O Teatro Municipal Baltazar Dias prepara-se para iniciar o novo ano com um espectáculo único, que serve de tributo a uma das maiores vozes de Portugal. ‘Amália Rodrigues Fado: uma forma de vida’ sobe a palco no dia 6 de Janeiro às 18 e às 21 horas e noQ dia 7 de Janeiro às 18 horas, graças à interpretação de mais de 30 pessoas.

“Uma passagem pela vida desta deslumbrante e fantástica mulher. Um olhar pela sua história, desde criança até a sua morte, destacando também, a sua passagem pelo estrageiro e pela Ilha da Madeira”, assim é descrito este musical que conta com a voz inconfundível de Vânia Fernandes.

A inspiração, claro, está em Amália Rodrigues e no seu percurso. Aquela que ainda em criança apregoava pelas ruas de Lisboa e, já adulta, encabeçou cartazes das mais famosas casas de espetáculos de todo o mundo.

O espectáculo foi pensado por Andrew dos Santos no âmbito da sua entrada para o curso profissional de Artes do Espetáculo - Interpretação, no ano lectivo 2016/2017. Desde aí, surge a vontade de criar o seu próprio espectáculo, que começou a ser pensado no final do ano passado.

O musical pretende, assim, dar a conhecer aos turistas que nos visitam e à nova geração portuguesa o verdadeiro sentido da expressão ‘alma portuguesa’.

“Um grande elenco, com artistas regionais muito talentosos e com a protagonista Vânia Fernandes, voz já amada pelo público, proporcionará com que esta viagem seja muito especial”, considera o seu director artístico.

À voz da já reconhecida madeirense juntam-se ainda Sofia Almeida, Mariana Silva, Mariana Faria, Mariça Silva, Alcino Freitas e Pedro Santos. Quanto aos músicos, poderemos escutar Norberto Cruz (bandolim), Marco Abrantes (viola) e Nuno Filipe (piano).

Luana Abreu, Liliana Abreu, Catherine Serrão, Oriana Serrão, Analiza Sousa e Fátima Barros são as bailarinas deste espectáculo, que conta ainda com Márcia Aguiar, Lisandra Rodrigues, Lidiane Duailibi, Francisca Henriques, Eva Silva, Énia Caires, Emilie Mangoni, Elisa Silva, Cristina Aguiar, Catarina Inês e Carmen Mitroi nos coros.

Aliás, o próprio autor considera que “o coro sendo, todo ele composto por mulheres, simboliza uma extensão da voz de Amália, dando força e poder aos temas que no espectáculo estão inseridos”.

“No musical está inserido também uma outra área, a dança. Com algumas bailarinas que se estão a formar em escolas de dança madeirense, completamos o espetáculo tendo cerca de 30 pessoas em cena, das 3 áreas em que o espetáculo aborda”, conclui.

A direcção musical está a cargo de Norberto Cruz, sendo que a preparação e o arranjo vocal (coro) cabe a Lidiane Duailibi. A coreografia foi dirigida por Aníbal Caldeira.

Quanto aos figurinos e bailarinos, o ‘Império da Ilha’ é o responsável por essa área. Por fim, a caracterização ficou a cargo de Stephanie dos Santos e de Daniela Sousa .

De referir que este musical está inserido no Projecto Novos Talentos do Teatro Municipal Baltazar Dias. Quanto aos ingressos, têm um custo de 10 euros, sendo que crianças e estudantes pagam 7,5 euros.

Outras Notícias