Expomadeira regista 11% de aumento nos Barreiros

Mais empresas, expositores e visitantes no Estádio, onde fica pelo menos até 2018

17 Jul 2017 / 02:00 H.

Pelo terceiro ano consecutivo a Expomadeira, que é reconhecida por ser a maior mostra de actividades económicas da Madeira, decorreu no Estádio do Marítimo, nos Barreiros, Funchal, com o notório crescimento do número de empresas, expositores e de visitantes, que até ao final do último dia, ontem, poderá ter ultrapassado os 70 mil, crescendo pelo menos 11% face às 62 mil visitas do ano passado.

Ao longo dos 10 dias do evento, que reuniu mais de 100 empresas nos 310 expositores/stands dispostos no interior e exterior ao redor do estádio, com particular movimento naqueles em que se fazia venda directa e que, por isso, estavam dispostos ao longo de dois corredores no andar de entrada do evento.

Segundo a presidente da Direcção da Associação Comercial e Industrial do Funchal/Câmara do Comércio e Indústria da Madeira (ACIF-CCIM), que organiza a Expomadeira há quase três décadas e meia, o balanço é muito positivo, embora falando ainda com algumas horas para o término. A 34.ª edição da Expomadeira terá enchido as medidas dos empresários, tanto para aqueles que vendem directamente, como para os que procuram mostrar produtos e serviços para potenciais contactos de negócios.

Cristina Pedra Costa lembra que dos 310 expositores, mais de 30 eram do continente que vieram de propósito. Aliás, já no sábado, a organização contava com 20% dos stands reservados e contratados para a edição de 2018, que irá continuar no mesmo local, depois da mudança desde o Tecnopolo há três anos.

“A aposta e a instalação da Expomadeira nos Barreiros está agora assimilada pelo público, que terá ultrapassado em 11 mil os visitantes do ano passado, e pelos expositores, cada vez mais repetentes, mas também muitos novos inscritos, o que significa que é uma aposta ganhadora”, acredita. Para a edição de 2018, a dirigente associativa assegura continuidade no mesmo local, embora só uma futura direcção da ACIF poderá dizer o que reserva o futuro. É que tanto Cristina Pedra Costa como outros membros da direcção terminam o mandato em Dezembro do próximo ano, estando impossibilitados estatutariamente de concorrer.

Nota final para o facto de a ACIF ter firmado este ano um acordo com a Câmara de Comércio de Sotavento, Cabo Verde, para a participação num stand com empresários interessados na Feira Internacional de Cabo Verde (FIC), de 15 a 19 de Novembro.

Agora é hora de arrumar a ‘casa’ emprestada, trabalho que mobiliza mais de 500 pessoas, “num investimento equilibrado e sustentável financeiramente”, garante.

Outras Notícias