Excesso de peso atinge 150 mil madeirenses

Estratégia Regional da Alimentação Saudável e Segura avança neste mês

20 Mai 2017 / 02:00 H.

É um número preocupante e foi revelado, ontem, no Hospital Dr. Nélio Mendonça, no âmbito de uma conferência sobre prevenção da obesidade. 58,2% dos madeirenses têm excesso de peso, o que corresponde a mais do que 150 mil pessoas nessa situação. Os dados foram revelados pela responsável pela Unidade de Nutrição e Dietética do SESARAM, Teresa Esmeraldo.

Portugal, referiu também a nutricionista, de acordo com dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), está no top cinco dos países europeus onde o problema da obesidade e pré-obesidade se faz sentir de forma mais acentuada. Na Europa, esse problema atinge mais de seis milhões de pessoas. Ao mesmo tempo, menos de metade da população do velho continente admite fazer exercício físico regular.

Na Região a percentagem de quem afirma fazer exercício de forma regular fica-se pelos 33 pontos.

Existem várias razões que conduzem à obesidade, mas destaca-se, entre elas, o ambiente sócio-cultural.

A problemática foi abordada numa conferência sobre ‘Prevenção da obesidade no trabalho’, que decorreu na biblioteca do Hospital Dr. Nélio Mendonça, destinada, em primeira análise, aos profissionais do SESARAM, e que contou com a presença do secretário regional da Saúde, entre vários outros responsáveis pelo sector na Região.

Pedro Ramos recordou que as sociedades modernas são de cultura da abundância e do sedentarismo, o que acarreta as chamadas doenças civilizacionais, sendo a obesidade uma das consequências e um dos principais factores de risco para a saúde humana. É a segunda causa de morte possível de prevenir, logo a seguir ao tabagismo, acrescentou o governante.

A luta contra a obesidade começa pelas crianças, com “os bons exemplos” que lhes devem ser apresentados. “É necessário comer com saber.” A firmação de Pedro Ramos é também título de um instrumento de comunicação do IASAÚDE, da Estratégia Regional da Alimentação Saudável e Segura, que vai ser apresentada no dia 29 deste mês. Uma iniciativa abrangente, em termos populacionais, de técnicos e entidades envolvidas.

Aos colaboradores do SESARAM, o governante, que também é médico, pediu firmeza no desenvolvimento da referida estratégia.

A pequena conferência foi incentivada por Pedro Ramos a Teresa Esmeraldo e enquadrada no Dia Nacional de Luta Contra a Obesidade, que é celebrado no penúltimo sábado do mês de Maio.