Estabelecimento Vila Mar aposta na proximidade entre jovens e familiares

13 Out 2017 / 02:00 H.

    As VII Jornadas Pedagógicas do Estabelecimento Vila Mar debateram ontem a autonomia dos jovens que vivem em instituições de acolhimento. Um espaço de reflexão que permite às equipas técnicas, educativas e aos docentes destas instituições, perceberem de que forma podem ajudar as crianças e jovens que são retiradas do seu meio familiar e passam a viver em instituições.

    Sob o tema ‘Autonomia, um passo para o futuro’, foram debatidos projectos, actividades e desafios para o futuro.

    Nesta matéria, a Secretária da Inclusão e Assuntos Sociais, destacou uma nova dinâmica de proximidade entre os jovens institucionalizados no Vila Mar e as respectivas famílias. Um projecto recente que está a ser implementado agora e visa “melhorar as dinâmicas familiares que muitas vezes têm fragilidades”, disse.

    Daí que “os familiares sejam convidados a estarem com os seus filhos, durante o dia, onde podem cozinhar e ter alguma interacção que muitas vezes falhou no passado” para que hajam “melhores pilares familiares e sociais dentro desta comunidade”, salientou.

    Com capacidade para acolher 37 jovens, o Vila Mar está quase no limite, com apenas uma vaga disponível, mas Rita Andrade assegura que há sempre vaga para os casos de emergência, estando as crianças assim salvaguardadas. S.A.S.

    Outras Notícias