“Espero que seja um ‘show’ em grande”, diz Nelson Freitas

Estrela do r&b fala sobre estreia na Madeira para concerto no NOS Summer Opening’17

16 Jul 2017 / 02:00 H.

Dois discos de platina, o teledisco mais visto de 2016 no Youtube Portugal e vários sucessos, como é o caso de ‘Miúda Linda’, fazem de Nelson Freitas um dos artistas mais aguardados da edição de 2017 do NOS Summer Opening, que se realiza a 21 e 22, no Parque de Santa Catarina, Funchal.

O DIÁRIO chegou à fala com o cantor, que começou por revelar as expectativas para esta sua estreia na Madeira, a 22 de Julho. “Será um grande ‘show’, simplesmente porque damos sempre 200% e, além disso, é a primeira vez que vamos à Madeira. Estamos super ansiosos e preparados para este ‘show’, diz o artista.

Quisemos saber que músicas traz o músico na bagagem: “Tenho de cantar sempre as músicas antigas que tiveram sucesso, as novas, tudo. Espero que seja um ‘show’ em grande. Só na publicidade que o NOS Summer Opening está a fazer, notei que será um grande ‘show’”.

Mas haverá novidades? Nelson Freitas diz que “novidades do próximo disco, ainda não”. “Estou a preparar isso, mas ainda não temos nada para avançar nesse espectáculo, mas vamos cantar músicas como ‘Break of Dawn’, ‘Miúda Linda’, ‘Bo tem Mel’...”.

Nelson Freitas faz uma curta retrospectiva da sua ascensão: “Já faço música há muitos anos. Tive um grupo, os Quatro, fizemos quatro discos e em 2007 apostei na carreira a solo e com sucesso. Já fiz quatro discos, já andei pelo Mundo, e o sucesso começou mais em Cabo Verde, Angola e Moçambique e depois em Portugal. Hoje já faço espectáculos nos Estados Unidos da América, na Europa e no Mundo inteiro e gosto do que eu faço”.

Por cá, em Portugal, como é sabido, tem feito um grande sucesso. Mas será que o artista alguma vez pensou chegar tão longe? “Não. Simplesmente gosto do que eu faço e o público sente isso. Se fazes uma coisa com amor, acho que depois o retorno pode ser isso ou mais. Eu nunca esperava isto. A ‘Miúda Linda’ foi a primeira música que cantei em português, porque normalmente eu canto em crioulo, ou em inglês, e foi a primeira aposta completamente em português e o resultado foi muito bom, não estava à espera”.

“Quando estou a compor músicas eu faço o que gosto e é super fixe ver milhares de pessoas a cantar as minhas canções que fiz no meu estúdio em casa e nunca estou à espera de tanto sucesso assim... isto tudo começou na Holanda, depois Cabo Verde, Angola, Moçambique, Portugal, Estados Unidos... não estava à espera. Disse sempre que é graças a Deus e estou super feliz com isso. É muita dedicação, muitas horas fora de casa, muitas horas no aeroporto, muitas horas no estúdio, pura dedicação mesmo”.

Mas, apesar do sucesso, confessa que não tem nenhuma fórmula nem explicação, “é só fazer”.

“Se der para aproveitar, vamos aproveitar”

Pela primeira vez na Madeira, Nelson Freitas ainda não sabe se conseguirá conhecer a ilha. “Não podemos entrar e sair muito rápido! Vamos tentar. A nossa agenda está sempre cheia. Temos concertos antes ou depois, a nossa agenda está sempre completa, mas se der para aproveitar, vamos aproveitar”.

E por falar em concertos, diz que depois do NOS Summer Opening vai dar concertos fora de Portugal, em Miami, Boston, Suíça, Holanda, Cabo Verde, etc.

Aproveitámos ainda para falar com Nelson Freitas sobre a sua música ‘Break of Dawn’, de sucesso, por sinal, com Richie Campbell, aliás, um dos artistas que mais vezes vieram actuar ao NOS Summer Opening.

“Foi uma experiência boa. Aqui em Portugal já conhecia o Richie, as músicas dele. Fomos almoçar, conversámos sobre música e eu perguntei-lhe por que não fazermos uma coisa juntos. Ele ficou interessado. Após um ano eu tinha essa música já preparada, chamei o Richie Campbell e ele acrescentou a parte dele. O resultado ficou mesmo excelente”.

E revela que tem uma música nova, com o Virgul que vai sair em Setembro: “Que também está muito gira, e, além disso, não tenho nada previsto e, se tiver, é surpresa!”.