“Espero poder voltar às opções do treinador”

Luís Martins, ontem em sessão de autógrafos, realça a concorrência na equipa maritimista

11 Nov 2017 / 02:00 H.

Alguns jogadores do Marítimo estiveram, ontem, na abertura do arraial de São Marinho, promovido pela colectividade verde-rubra no seu estádio, numa sessão de autógrafos. Luís Martins foi um desses elementos e que, no final da sessão, falou à comunicação social.

O defesa maritimista, 25 anos, apresenta-se recuperado de uma lesão muscular (e depois num joelho) contraída a 1 de Setembro do jogo da Taça da Liga frente ao Estoril Praia. Foram dois meses de paragem, depois de oito jogos, quatro deles na Liga Europa e três na Liga. “Sinto-me bem e agora é recuperar os índices físicos para poder estar ao dispor do treinador”, refere o jogador.

Luís Martins chegou ao Marítimo em Janeiro deste ano e conquistou um lugar que foi de Fábio China, entretanto lesionado. Agora foi a vez do jogador madeirense lhe ‘roubar’ o lugar na defesa maritimista. “A equipa tem, em todos os seus sectores, imensa concorrência. Todos têm estado bem e quando assim acontece, todos se valorizam e todos querem aparecer. Encaro isso de uma forma natural, em todos os clubes tive sempre concorrência. Agora resta-me estar bem fisicamente para poder voltar às opções do treinador e depois será ele a decidir quem joga”, sustenta o jogador.

Do lado de fora, Luís Martins não se surpreende com a performance do Marítimo na Liga. “Estamos a corresponder às expectativas, mesmo que no inicio da temporada houvesse alguma desconfiança em redor da equipa, até em presença de muitos jogadores novos. Mas tínhamos bons elementos e era uma questão de tempo até estarmos todos entrosados e com a ideia do treinador bem presente”, explica o jogador português que avança: “Neste momento a equipa está bem, vem de uma vitória fora [a segunda esta época] que foi um murro na mesa para quem achava que tínhamos dificuldades em jogar fora do nosso estádio, e queremos assim continuar”, sublinha.

Luís Martins, por fim, enalteceu a festa do Marítimo: “É sempre bom estas iniciativas e estarmos junto da nossa massa adepta”, diz.

Outras Notícias