Entrada de luxo

14 Ago 2017 / 02:00 H.

Ao entrar no jogo a vencer o União construiu uma vitória justa e sem sobressaltos. O récem chegado há II Liga, o Real demonstrou algumas fragilidades em momentos cruciais, especialmente no último terço do terreno, apesar da vontade e da qualidade dos seus executantes.

O União entrou no jogo a marcar - logo na primeira jogada do encontro - ao aproveitar um mau passe de Jorge Bernardo, Gildo Júnior apareceu solto na direita, sem marcação para concretizar.

Em vantagem a equipa madeirense até poderia ampliar com Rodrigo Henrique (20 minutos) a chegar tarde a uma assistência da esquerda e depois Mica, à passagem do minuto 26, numa segunda bola a rematar ao lado.

Os unionistas viriam mesmo a aumentaram o ‘score’ após um canto cobrado por Mica, que Romaric na área surge a rematar com sucesso, estavam decorridos 30 minutos de jogo.

O Real SC que ressentindo do golo sofrido, teve uma boa resposta, no minuto seguinte, com Marcos Barbeiro (ex-Marítimo B) a rematar ao lado no único lance de perigo do jogo por parte dos continentais.

A terminar a primeira parte, Luan Santos ainda teve tudo para dilatar a vantagem, passando por três adversários e com a baliza aberta veio a não ser feliz, rematando ao lado.

Na segunda parte o União controlou o adversário, que foi sempre incapaz de criar perigo na área madeirense. Os azul-amarelos foram mais perigosos e até poderiam ter ampliado, primeiro por Rodrigo Henrique (59) na área após um belo domínio de bola, rematou contra o guarda-redes Tom Santos e depois por Luan Santos (62), com este, de cabeça, já em plena área e após um livre fez a bola passar rente ao poste.

Até final, mesmo com as alterações os madeirenses tiveram mais posse bola e até mais iniciativas sem contudo arriscar pois o resultado permitia segurar a vantagem trazida da primeira parte.

Em suma os comandados de Paulo Alves estão em fase evolutiva, prometendo um campeonato ainda melhor comparado com da época passada.

Na estreia em casa, em jogo para a II Liga os insulares tiveram o apoio do público e estrearam-se assim a vencer no campeonato.