Em bom português:
ou vai ou racha

João de deus disse ontem que no futebol não há lugar a estados de espírito

22 Abr 2017 / 02:00 H.

“Quando se perde treina-se com menos alegria. Não tivemos uma semana feliz mas não temos que andar aqui a toque de estado de espírito. Isso não existe. Temos de melhorar o processo e é esse o foco”. Foi desta forma que João de Deus lançou a antevisão da partida desta tarde em Tondela, de vital importância para o Nacional.

Em bom português: ou vai ou racha. E o técnico alvinegro, que anda naturalmente “preocupado”, não foge às responsabilidades. “É um jogo muito importante, para nós e para o adversário. As duas equipas terão de jogar para ganhar”, disse, manifestando confiança no sucesso. “Sabemos o que precisamos de fazer, o que queremos fazer. Acredito que vamos estar bem, vamos estar fortes”, destacou João de Deus, não considerando que o adversário esteja com o moral mais elevado. “Não sei se o Tondela está mais motivado do que nós, sei que venceu o seu último jogo e que nós perdemos, assim como nós vencemos o penúltimo e eles perderam. Amanhã [hoje] saberemos como estaremos, acreditando que bem, porque acreditamos no processo implementado na equipa e nas nossas ideias. Este é um processo de crescimento, onde tentamos aproveitar tudo o que foi assimilado e melhorando aquilo que entendemos que não esteve tão bem”, fechou.

Outras Notícias