Electro Flow é líder na manutençao de teleféricos

A Electro Flow aposta na formação da sua equipa de trabalho

20 Mar 2017 / 02:00 H.

A nível regional, a Electro Flow é praticamente a única empresa responsável pela manutenção dos teleféricos. Gervásio Fernandes, sócio-gerente, disse que o teleférico da Fajã dos Padres foi o único licenciado na Madeira pela equipa da Electro Flow. Uma acção que veio dar frutos àquela empresa, situada no Parque Empresarial da Cancela, na medida em que, neste momento, esta também já faz manutenção em alguns teleféricos do continente.

“É, sem dúvida alguma, uma mais-valia para a empresa porque faz com que sejamos conhecidos nos vários mercados e, consequentemente, solicitados para efectuarmos trabalhos em vários locais”, afirmou.

A operar no mercado há quatro anos com este nome, apesar de já existir há cerca de 15, Gervásio Fernandes revelou que a Electro Flow está a crescer cada vez mais. E, na oportunidade, referiu que a empresa tem uma clientela fixa nas mais diversas áreas, não só ao nível da manutenção dos teleféricos, como também da indústria e da área naval, tendo dito, a título de exemplo, que muitas vezes a equipa da empresa dá assistência aos navios, e respectivos motores, que atracam no Porto do Funchal.

O sócio-gerente da Electro Flow disse que a estratégia da empresa, feita de boca-a-boca, passa por mostrar ao cliente o trabalho elaborado com rigor e profissionalismo. Gervásio Fernandes não tem dúvidas de que a experiência no mercado e a constante insatisfação de todos, compostos por 12 elementos, onde querem aprender sempre mais e melhor tem feito com que a empresa receba semanalmente diversos contactos externos, a nível nacional e internacional, de clientes interessados nos serviços do seu staff para serem efectuados trabalhos nas mais diversas áreas, como a electromecânica e a automação, por exemplo.

“Eu não estou satisfeito com nada e tento sempre aprender mais um pouco, até porque acredito que o ‘know-how’ faz toda a diferença”, sublinhou.

Na oportunidade, adiantou que a Electro Flow não opera apenas a nível regional, tendo revelado que a empresa também está sediada em Lisboa e em Cabo Verde, com dois elementos em cada uma delas. Porque o objectivo é expandir cada vez mais o negócio, referiu que há a intenção de o fazer em outros países, mas para isso é preciso “solidar melhor as coisas cá” para depois darem esse salto. Isto numa empresa, cujo nome significa “o fluxo do electrão”.

Conhecedores do panorama deste sector de actividade, os elementos que compõem a equipa de trabalho actuam nas áreas de automação, controlo e instrumentação, hidráulica, pneumática e electromecânica, sendo que a sua actividade estende-se a várias áreas de negócio.

Além dos teleféricos e funiculares que se debruçam sobre o fornecimento e manutenção, correctiva e preventiva, de todos os sistemas eléctricos e mecânicos, assim como sobre a manutenção e substituição dos cabos de teleféricos, a Electro Flow actua também na indústria, ou seja, no fornecimento, montagem e manutenção de PT’s, sistemas de tratamento de águas, geradores, ventiladores, sistemas hidropressores, motores e quadros eléctricos.

Efectua ainda trabalhos ao nível da electrificação de instalações desde a fase de projecto, passando pela implementação e a fiscalização. Ao nível da programação, trabalha com PLC’s, comissiona variadores de velocidade e sistemas integrados, apresentando também soluções às empresas, no sentido de optimizar os seus processos e manufacturas.

Em relação à inspecção, controlo e licenciamento, a empresa realiza alterações e melhoramentos, de forma a acompanhar a legislação em vigor. Já no que diz respeito ao ramo doméstico e comercial, a equipa de trabalho procede à montagem de sistemas de domótica, sistemas de AVAC, de videovigilância, alarmes e automatismos de portas.

No âmbito do fornecimento de equipamentos, são distribuidores oficiais das melhores marcas, sendo que as fortes parcerias estabelecidas com os fornecedores garantem um suporte técnico de grande qualidade, o que se reflecte também na satisfação dos clientes.

A aposta da Electro Flow na formação contínua, ministrada pelas empresas fabricantes das marcas dos equipamentos com que a empresa trabalha, garante que os técnicos possuem as qualificações necessárias para executarem as suas funções. Gervásio Fernandes disse que “é importante haver uma aposta na formação, até porque as tecnologias estão em constante mutação e a equipa de trabalho precisa de estar a par da actualidade para poder dar resposta às constantes solicitações da clientela”.

O sócio-gerente referiu, de igual forma, que os trabalhos efectuados em altura, com “manobras arriscadas”, sobretudo nos teleféricos exigem conhecimentos específicos e constantes ao nível da mecânica e da electrónica, por exemplo. E, nesse sentido, adiantou que, em breve, irá viajar até à Áustria para mais uma formação que depois será transmitida a toda a equipa da Electro Flow.

Tendo isto em conta, aproveitou a ocasião para dizer que a empresa, instalada no Parque Empresarial da Cancela, recebe muitos estagiários vindos das mais diversas escolas da Região, como Escola Profissional Cristóvão Colombo, Escola Secundária Francisco Franco e e Escola Básica e Secundária de Machico.

Tratam-se de jovens estudantes que têm gosto por este sector de actividade e que, conforme fez questão de frisar, vêm com as bases necessárias para executarem os trabalhos realizados pela equipa daquela empresa, sendo esta uma mais-valia para ambos, na medida em que significa que a Electro Flow está bem conotada no mercado, sendo esta também responsável por aumentar a bagagem de conhecimentos dos estagiários.

“Muitos deles acabam por ficar a trabalhar na empresa e outros ingressam no Ensino Superior”, concluiu.