Dinarte escolhido pela Fox

O actor madeirense faz parte do elenco de pelo menos dois episódios da nova série ‘The Gifted’. Dinarte Freitas explica que pouco mais pode revelar

EUA /
07 Out 2017 / 02:00 H.

É mais um importante degrau na carreira de Dinarte Freitas. O actor madeirense de 37 anos, a residir nos Estados Unidos, é ‘Pedro’ na nova série da Fox ‘The Gifted’, estreada esta semana na Fox Portugal e com novo episódio na próxima terça-feira, às 22h15. O actor está irreconhecível, num trabalho de caracterização que levou horas, disse o próprio.

A boa nova foi anunciada nas redes sociais, onde Dinarte Freitas - recentemente nos cinemas em Portugal no elenco do filme ‘Índice Médio de Felicidade’ - tem dado conta da progressão e dos novos projectos. Dentro do possível

Com um contrato de confidencialidade assinado com a produtora, Dinarte Freitas explica que pouco mais pode revelar do que o que a Fox tem colocado cá fora.

‘The Gifted’ parte do universo X-Men, mas não inclui os super-heróis mais conhecidos. A acção decorre numa era em que estes, bem como os seus opositores, desapareceram. Conta a história de uma família que inesperadamente descobre que os dois filhos são mutantes. O pai (Stephen Moyer), que trabalhava numa agência de combate a estes seres com mutações genéticas que lhes conferem poderes especiais, acaba por render-se ao outro lado. É no submundo que ele e a mulher (Amy Acker) vão procurar a ajuda que precisam para garantir a sobrevivência dos filhos (Natalie Alyn Lind e Percy Hynes White) e é lá que vive ‘Pedro’, a personagem de Dinarte Freitas.

“A série está incrível”, revela o actor madeirense. Por enquanto entra apenas no primeiro e segundo episódio, não está colocada de parte outras participações. A primeira temporada deverá ter oito episódios, é assinada por Matt Nix e Joseh Loeb.

No dia da estreia, teve direito apenas a uma breve aparição. É no segundo espisódio que o público poderá ver um pouco mais do trabalho neste projecto.

Para se transformar em ‘Pedro’, Dinarte Freitas teve de se submeter a quase duas horas de trabalho da equipa de caracterização. O resultado está à vista e é elogiado pelo actor de 37 anos.

A série criada através de uma parceria entre a 20th Century Fox Television e a Marvel Television estreou em 183 Países. Sean Teale, Jamie Chung, Emma Dumont, Blair Redford e Coby Bell são outros actores que integram igualmente o novo formato.

“O importante é continuar a persistir e tentar fazer um bom trabalho”, defende Dinarte Freitas, sobre a nova oportunidade, fruto da troca da Madeira pelos Estados Unidos. Foi precisamente para investir numa carreira internacional que deu o passo. Por cá já tinha rodado em 2006 ‘20,13 Purgatório’ e não só.

Melhor actor em 2010

Em 2010 foi surpreendido ao ser eleito o ‘Melhor Actor’ no ‘Cineamazônia - Festival Latino Americano de Cinema e Vídeo Ambiental’ pela participação no filme ‘The Boleia’, uma curta-metragem assinada pelo realizador Ricardo de Almeida.

Em 2011 entrou em ‘Capitão Falcão’ e em 2012 no filme ‘Quarta Divisão’, de Joaquim Leitão. Neste mesmo ano foi também distinguido pelo trabalho ‘Celeste’, uma curta-metragem de José-Maria Norton.

Novamente para Joaquim Leitão rodou ‘Quarta Divisão’ em 2013 e nos Estados Unidos entrou no elenco da serie de televisão ‘Team Toon’, isto depois de já ter participado em vários anúncios televisivos. Mais recentemente, entrou em ‘A Tousand Junkies’, de Tommy Swerdlow.

2016 ficou marcado pela participação em ‘A Canção de Lisboa’, do realizador Pedro Varela, e ‘Índice Médio de Felicidade’, estreado este ano. Também este ano estreou ‘Ministério do Tempo’, onde foi ‘Fernando Pessoa’.

Apesar de estar a viver longe e por lá querer continuar, a ligação ao cinema português mantém-se, assim como a ligação afectiva à Madeira. Regressa ao país sempre que surge um novo projecto.

Outras Notícias