Diabético vai concretizar sonho de criança

cyrille chapuis vai realizar um sonho de criança ao lado do amigo Cyril Bouvet

10 Fev 2018 / 02:00 H.

Recomeça hoje a Regata Transquadra, umas das competições mais emblemáticas na actividade náutica e que conta com a participação de 88 embarcações, que sairão da Marina Quinta do Lorde, com o objectivo final de chegarem às ilhas Martinica, nas Caraíbas.

Entre os navegadores das equipas individuais e duplas que iniciaram a sua viagem em Barcelona, está o capitão Cyrille Chapuis, um diabético de 56 anos, que se aventura num barco devidamente identificado, e que tem como objectivo aumentar a consciencialização sobre este importante assunto junto da população.

“Este é um desafio pessoal com o qual sempre sonhei, desde que era criança. Infelizmente, aos 50 anos descobri que era diabético mas isso não me impede ou limita na concretização deste objectivo, que terá de ser feito, como é óbvio, com grandes cuidados”, contou ao DIÁRIO o navegador francês.

“Tenho de viver com esta realidade mas, apesar da circunstância, acredito tudo é alcançável, desde que controle a glicemia, durante a travessia do Atlântico”, revelou, acrescentando, também, que parte à aventura para “mostrar a todas as pessoas que sofrem de diabetes que é possível conquistar qualquer sonho”. “Sinto que posso ser um exemplo, por isso parto com grande alegria e felicidade para esta jornada, depois de uma temporada maravilhosa na Madeira. Fomos aqui muito bem recebidos. Adorei e espero voltar”, vincou.

Cyrille Chapuis prometeu ainda que não vai ficar por aqui. “O meu desejo é continuar a fazer este tipo de desafios, mais difíceis ainda, provando que o céu é o limite”, frisou.

A largada da Regata Transquadra, uma das competições mais conhecidas e emblemáticas de competição náutica da Europa, será dada pela organização francesa em cooperação com a Associação Regional de Vela da Madeira, com o apoio da Marinha Portuguesa e da Capitania do Porto do Funchal.

Outras Notícias