Frota madeirense ‘deu’ luta nos mares de Vilamoura

25 velejadores competiram no Torneio internacional de Carnaval

14 Fev 2018 / 02:00 H.

Um total de 25 jovens velejadores madeirenses competiram no prestigiante Torneio internacional de Carnaval de Vilamoura, em vela ligeira que teve lugar entre o passado sábado e segunda-feira.

Naquele que foi a 44.ª edição deste prestigiante evento internacional a ter lugar em águas algarvias a frota insular esteve em bom plano nas várias classes em que marcaram presença, com destaque para o título de vice-campeão de Tiago Leal, da Associação Náutica da Madeira (ANM), na classe Moth. O velejador há muito radicado em Lisboa veio mesmo a terminar as seis regatas em igualdade pontual com o vencedor, Francisco Andrade (CN Cascais), mas acabou por perder o ouro no sistema de desempate.

Já nos Laser 4.7 a ‘estrela’ madeirense foi Catarina Sousa (ANM) que terminou no 13.º posto, após a conclusão de sete regatas mas veio a ser a segunda melhor atleta feminina em prova.

Já no Laser Radial, Alivar Cardoso do Clube Naval do Funchal (CNF) e Carlota Camacho (ANM) estiveram regulares numa frota bastante dura, acabando por terminar na segunda metade da classificação, no final das nove regatas. Na classe 420 as duplas da ANM também estiveram em bom plano naquela que foi a estreia em provas internacionais fora da Madeira.

Finalmente nos Optimist, João Rosa (ANM) veio a ser o melhor velejador madeirense na categoria infantil ao terminar no 14.º posto, após seis regatas, enquanto na longa frota do escalão juvenil os internacionais Vasco Soares e Mário Soares (ANM) conseguiram ter um bom andamento dentro dos primeiros lugares, tendo, estes, vindo a conquistar inclusive uma vitória numa das sete regatas realizadas. Referência ainda para Júlia Cardoso (ANM) que alcançou um brilhante 26.º lugar entre os 141 participantes, conseguindo ainda ser a quarta melhor atleta feminina.

A presença neste evento teve a particularidade para os jovens madeirenses ganharem ainda mais ritmo competitivo para as provas regionais, nacionais e internacionais que estão ainda por realizar este ano.