Desde 1998 que não escoava tanta banana

Segundo dados fornecidos pela Direcção Regional de Agricultura foram comercializadas mais de 22 mil toneladas, +8,8% do que em 2016

02 Fev 2018 / 02:00 H.

Em 2017 foram comercializadas na primeira venda 22.082,4 toneladas de banana da Madeira, mais 1.791,8 toneladas do que em 2016, o que representa um crescimento relativo de 8,8%.

Os dados fornecidos pela Direcção Regional de Agricultura (DRA) e divulgados ontem pela Direcção Regional de Estatística da Madeira, dão conta que “é necessário recuar ao ano de 1998 para encontrar um valor mais elevado na comercialização deste produto agrícola”. Ou seja, há 19 anos que um dos ‘embaixadores’ do sector primário regional não tinha tão bons resultados, sobretudo a expedição para o continente, que representou 85,5% da produção.

“Para este incremento foi determinante o aumento verificado quer na comercialização de banana de categoria extra (+11,1%), quer na de 1.ª categoria (+10,3%), já que a de 2.ª categoria registou um decréscimo (-2,6%)”, frisa a DREM.

Cada vez de maior qualidade

Assim, “do total de banana comercializada no ano em análise, 85,5% foi expedida tendo como destino principal o Continente (85,4% em 2016)”, salienta. “Por sua vez, a banana de categoria extra representou 68,5% do total comercializado (67,1% em 2016), atingindo as 15.129,1 toneladas transaccionadas, máximo histórico nesta categoria”.

Aponta ainda a DREM que “Setembro foi o mês de 2017 no qual se registou a maior quantidade de banana comercializada (2.846,5 toneladas) e Fevereiro o de menor abundância deste produto (901,3 toneladas), sendo que “Maio e Dezembro foram os meses com a maior subida homóloga (+39,4% e +30,9%, respectivamente), observando-se em Abril a descida mais acentuada (-10,2%)”.

NÚMEROS

1998

28.628 toneladas de banana comercializada, o melhor dos últimos 20 anos. Nessa época, a grande maioria da produção era de 2.ª categoria (15.119,3 ton.), sendo que a de categoria extra representava 7.342,3 toneladas e a de 1.ª categoria ascendia a 6.156,3 toneladas.

13.083,3

As 13.083,3 toneladas de banana comercializada em 2005, fazem o pior ano deste período. Nesse ano, a produção de banana de segunda categoria ainda era dominante, com 5.505 toneladas contra 4.862,2 toneladas da de categoria extra e 2.716 toneladas de 1.ª categoria.

2016

Nesse ano, já se havia registado o melhor resultado de comercialização dos últimos 16 anos (só superado pelo ano 2000), totalizando 20.290,6 toneladas de banana comercializada, 13.622,6 toneladas de categoria extra e uma cada vez menos expressiva 2.ª categoria (3.133,6 ton.).

22.082,4

O ano passado fica assim registado como um dos melhores anos de que há registo, sobretudo pela qualidade extra do produto, num total de 15.129,1 toneladas e as cada vez menos importantes (3.899,8 toneladas de 1.ª categoria e 3.053,5 toneladas de 2.ª categoria), nomeadamente a categoria inferior que atingiu o valor recorde negativo

Outras Notícias