Derrotar o “Jardinismo bafiento” é um desígnio da Esquerda na Madeira

Entrevista a Joana Mortágua, deputada à Assembleia da República pelo Bloco de Esquerda

06 Fev 2018 / 02:00 H.

Joana Mortágua tem 31 anos e é natural do Alvito, orgulhosa das suas raízes alentejanas. Faz parte de uma nova Esquerda e não tem problemas em falar de tudo. Acredita que é possível derrubar o “jardinismo bafiento”, defende uma geringonça regional, mas só após as eleições de 2019, e é apoiante de Roberto Almada nas internas do ‘Bloco’ de 4 de Março.

Sendo a Madeira um caso particular...