Derrota na despedida não apaga evolução

Madeira perde (5-3) frente a Viana do Castelo na última ronda do Interassociações

14 Fev 2018 / 02:00 H.

A derrota de ontem (5-3) diante de Viana do Castelo não retira mérito ao desempenho da selecção da Madeira de sub-18, no Torneio Interassociações de futsal feminino. As madeirenses venceram um jogo, empataram dois e perderam ontem na 4.ª e última jornada da competição.

O seleccionador da Madeira, Bruno Salgado, destaca precisamente a evolução das jogadoras, proporcionada por este importante momento competitivo no percurso de formação. O Torneio Interassociações foi acompanhado pelo seleccionador nacional de futsal feminino, Luís Conceição, que assim retirou alguns bons apontamentos das jogadoras madeirenses, conforme destaca Bruno Salgado: “Conversámos, trocámos algumas impressões e esta equipa tem jogadoras com qualidade para integrar uma futura convocatória da selecção nacional. Cinco delas são de 2002/2003 e terão ainda outras oportunidades para marcar presença neste torneios a nível nacional”.

Bruno Salgado lembra que os seleccionadores nacionais “estão sempre muito atentos” a tudo o que se passa nas diferentes associações distritais, daí a importância destes torneios. Além disso, acrescenta Bruno Salgado, estes momentos ajudam a fortalecer o grupo de trabalho e faz um “balanço positivo” ao desempenho das madeirenses: “A evolução é muito boa. Dignificamos a Região e isso é o mais importante”.

No jogo de ontem, no Pavilhão Municipal de Poiares, Viana do Castelo marcou cedo, mas Ivone empatou. O golo de Cristina colocou a Madeira na frente do marcador ao intervalo. Viana do Castelo deu a volta ao resultado chegando ao 4-2. Cristina voltou a marcar, mas a selecção adversária fechou a contagem em 5-3. Bruno Salgado admite que as madeirenses denotaram “algum cansaço”, não conseguindo pressionar alto. Mas também deixa uma garantia: “A derrota de hoje [ontem] não apaga aquilo que fizemos de positivo neste torneio”.