Cristiano Ronaldo “não é estúpido”

Lewandowski e Neymar são apostas do real para a nova época, tal como CR7

Madrid /
14 Mar 2018 / 02:00 H.

O brasileiro Neymar e o polaco Robert Lewandowski continuam a ser apontados como reforços do Real Madrid para a próxima época, para os lugares de Benzema e Gareth Bale, que deverão ser vendidos, ao contrário de Cristiano Ronaldo, que é para ‘segurar’.

A imprensa espanhola diz que o futebolista madeirense terá pedido reforços para a equipa ‘merengue’ e não a melhoria salarial, que também irá acontecer no Verão, pelo que os dois alvos encaixaria que nem uma ‘luva’.

“Cristiano Ronaldo não é estúpido. Todos querem ter um jogador como Lewandowski na equipa. Se eles tiverem a oportunidade de o contratar, vão fazer os possíveis para o conseguirem. Mas o Bayern está avisado e o Lewandowski sente-se muito bem com a família em Munique. Espero que fique no Bayern por muitos anos”, afirmou ontem Élber, ex-internacional brasileiro, em entrevista ao AZ, consciente de que a saída do polaco está em cima da mesa.

No caso de Neymar, segundo o diário espanhol AS, a marca Nike estará disposta a financiar parte da transferência de Neymar para o Real Madrid, desde que o clube ‘rasgue’ o contrato de patrocínio que tem com a rival Adidas, que é de ‘apenas’ 40 milhões por ano.

A ideia que a empresa norte-americana terá já apresentado ao Real Madrid é a de financiar parte do valor da transferência de Neymar para o clube da capital espanhola e passar a ‘vestir’ o clube.

‘Guerra’ com o fisco continua

Entretanto, refira-se que os advogados de Cristiano Ronaldo apresentaram no Ministério Público espanhol um parecer elaborado pela ‘Equipa Económico’, uma firma de serviços na área de fiscalidade e assessoria financeira, fundada por Cristóbal Montoro, actual Ministro das Finanças espanhol, que defende que o processo criminal da ‘Hacienda’ contra o madeirense “é inconsistente e não tem fundamento legal”.

CR7, recorde-se, é suspeito de não ter declarado 14,7 milhões de euros, referentes a direitos de imagem, mas os advogados do ‘astro’ madeirense pediu para que o processo na via penal seja arquivado. Isso livraria o jogador de um julgamento e de uma eventual condenação, como aconteceu com Messi que, em 2017, foi condenado a 21 meses de prisão por três crimes fiscais.

Outras Notícias