Costinha satisfeito com resposta da equipa

Nacional perde com o Boavista, mas treinador destaca aspectos positivos

Luso /
16 Jul 2017 / 02:00 H.

O Nacional perdeu (1-0) ontem frente ao Boavista, no segundo jogo do curto estágio no norte do país. No Luso, a equipa madeirense contabilizou algumas boas ocasiões para marcar, mas ainda assim não conseguiu concretizar. Os ‘axadrezados’ apontaram o único golo do jogo já bem perto do intervalo, por Rochinha, e conseguiram segurar a vantagem no segundo tempo.

Os alvinegros tentaram reagir e assumiram o domínio, mas apesar das várias oportunidades, a verdade é que o golo não apareceu. Ainda assim, este foi também um bom ‘teste’ para o Nacional, frente a uma equipa da I Liga. Na véspera, os alvinegros tinham defrontado o Sp. Braga, no Estádio 1.º de Maio, encontro no qual perderam por 2-0, apesar da boa réplica. A equipa não marcou nestes dois jogos, mas Costinha não se mostra preocupado com isso. “A equipa criou oportunidades, caso contrário é que ficava preocupado”, apontou ontem após o jogo, salientando mesmo o desempenho do Nacional no cômputo geral: “O balanço é positivo, tirando os resultados. A equipa não foi inferior, mas sabemos que temos de corrigir algumas coisas. Queremos é estar bem no dia 23 e depois no início do campeonato, estamos a trabalhar para isso”.

Ontem, Costinha apresentou um ‘onze’ bastante diferente, com o objectivo de testar outras soluções. Assim, diante do Boavista, o treinador do Nacional apostou na seguinte equipa de início: Daniel, Campos, Diogo, Diego Silva, Elizio, Bamba, Kaka (Jota), Vitor Gonçalves, Witi, Vanilson e Camacho.

Aos 60 minutos, entraram os seguintes jogadores na formação madeirense: Framelin, Bheu, Rui Correia, Júlio César, Mauro, Geraldo, Rodrigo Alírio, Edgar Abreu, Diego, Ricardo e Murilo.

A comitiva do Nacional já regressou à Madeira na noite de ontem. De hoje a uma semana, a equipa alvinegra desloca-se ao terreno do Cova da Piedade, num jogo a contar para a primeira fase da Taça da Liga.

Outras Notícias