Concertos dão ‘Música nos Museus’

25 Jan 2018 / 02:00 H.

‘Música nos Museus’ é o novo projecto “inovador” que a Câmara Municipal do Funchal vai colocar no terreno a partir do próximo dia 26 de Janeiro, através de concertos comentados, onde o público possa sentir-se parte integrante.

O projecto foi ontem apresentado pelo Vice-Presidente da autarquia, Miguel Silva Gouveia, no Museu A Cidade do Açúcar, um dos espaços que vai acolher esta iniciativa cultural, durante o corrente ano.

Miguel Gouveia defende que o Funchal vive hoje “uma era dourada em termos culturais, com uma cidade culturalmente vibrante e com uma dinâmica sem paralelo nos últimos tempos”, fruto de uma aposta acertada que tem aproximado a cidade das pessoas e dos agentes culturais.

Neste sentido, a ideia é aliar os museus municipais e todo seu espólio, à musicalidade e aos artistas regionais, dando à população uma oferta complementar que passa por vários sonoridades, desde o jazz à música tradicional, passando pela música clássica.

“É uma forma de democratizar o aceso à cultura, permitindo que os visitantes e os funchalenses consigam desfrutar não só da musicalidade de artistas madeirenses como também da nossa identidade através de espaços que contam a nossa história”, refere Miguel Gouveia.

No total, serão 12 concertos realizados na última sexta-feira de cada mês, nos museus A cidade do Açúcar e Henrique e Francisco Franco. Os espectáculos são de entrada gratuita e começam sempre às 19 horas. Além de contribuírem para a valorização dos artistas, a autarquia acredita que os concertos vão ajudar a economia local e o comércio tradicional que precisam de eventos que tragam as pessoas ao Funchal.

“Aliás, este tem sido um objectivo deste município que continua a investir nos museus, sobretudo na área da inclusão e da acessibilidade, através de um investimento de 200 mil euros, financiado pelo Fundo de Turismo, que vai permitir melhorá-los, naquele que é considerado, para nós, o investimento incontornável numa cidade que se quer dinâmica, turística e vibrante”.

Esta medida vem juntar-se a outra recentemente aprovada, que permite entradas gratuitas nos museus municipais, (Museu de História Natural, Museu A Cidade do Açúcar, Museu Henrique e Francisco Franco e Paços do Concelho), já a partir de Fevereiro. Uma medida que surge depois de concluído que “o valor das entradas (entre 15 a 20 mil euros anuais), será sobejamente compensado em termos de investimento cultural para a cidade”.

Outras iniciativas poderão ser desenvolvidas nos museus graças ao trabalho de proximidade e de auscultação que a CMF tem tido com os agentes culturais.

Programa:

Museu A Cidade do Açúcar

26 de Janeiro – Dolcemente

29 de Março – Si que Brade

25 de Maio – Rodrigo Serrão

27 de Julho – Quarteto de Cordas

28 de Setembro – Luciano Lombardi

30 de Novembro – Vítor Sardinha

Museu Henrique e Francisco Franco

23 Fevereiro – Xarabanda

27 de Abril – Trigo

29 de Junho – Madeira Jazz Collective

31 de Agosto – Trio Zargo

26 de Outubro – Verice

28 de Dezembro – Orquestra de Ponteado

Outras Notícias