Plataforma regional na Web Summit

Desenvolvida por uma empresa madeirense com génese na Startup Madeira, o produto pretende criar sinergias no sector do turismo

Lisboa /
07 Nov 2017 / 02:00 H.

Chama-se In Tourism Connector e serve para promover a venda cruzada no sector do turismo, como já acontece na Região, mas lá fora. A empresa madeirense Gestools AST foi uma das vencedoras da Alpha Startup Track – uma iniciativa paralela da organização da WebSummit – e estará, por isso, com o “stand próprio de e-commerce” a mostrar ao mercado internacional a plataforma que concebeu, num dos maiores eventos tecnológicos europeus, a Web Summit: “Nesta iniciativa a organização faz uma triagem e as empresas seleccionadas têm direito a estar um dia com um stand no evento”, explica Jorge Dias Fernandes, responsável pela empresa madeirense.

A ideia surgiu há cerca de dez anos depois de um desafio de José Theotónio, CEO do Grupo Pestana, à empresa Gestools AST: criar uma plataforma que fomentasse a venda cruzada, voltada para as mais variadas empresas de turismo - desde hotéis, a centros de mergulho ou restaurantes, por exemplo.

O resultado foi tão positivo que, a partir dessa altura, a equipa da Gestools AST continuou a apostar e a melhorar as ferramentas disponíveis. Agora, a ideia é promover o produto regional além-fronteiras: “A Gestools é uma empresa de software cloud, serviços online, criamos soluções específicas para empresas. Para a Madeira temos as competências técnicas, mas internacionalmente podemos competir neste nicho particular de tecnologias para turismo”.

Apesar da Gestools ter sido fundada em 2004, o que agora mostram ao mercado internacional é inovador: “É um produto para o sector do turismo em economia colaborativa, num ambiente cloud, para fomentar o cross-selling entre os vários fornecedores”, reitera o especialista. Uma forma de, acrescenta Jorge Dias Fernandes, “facilitar, através da venda cruzada, a [interacção entre as] várias empresas de turismo de uma determinada região”. Trocado por miúdos: criar uma infra-estrutura tecnológica onde se fazem sites, mas com interfaces próprias para que as empresas colaborem entre si. “Tem um conjunto de apps web que as permitem interagir”, esclarece Jorge Dias Fernandes.

“O produto resulta da experiência acumulada em vários projectos realizados nos últimos anos para o sector do turismo”, acrescenta o responsável. Entre eles, a tal iniciativa para o Grupo Pestana, no âmbito do programa Madeira Digital; um projecto para o estado de Alagoas (Brasil) que procurava diferenciar-se através das experiências culturais e das actividades disponíveis no destino; a InMadeira, uma iniciativa que a Gestools desenvolve agora em parceria com a ACIF-CCIM e que já envolve 20 empresas regionais.

“Vários estudos recentes comprovam que os turistas tomam cada vez mais as suas decisões sobre que experiências de consumo vão fazer quando já estão no local de destino (...) O grande desafio é perceber como estes factos podem e devem influenciar um novo modelo de negócio no sector. O in Tourism Connector é uma plataforma tecnológica, desenvolvida na Madeira e suportada por uma larga experiência no sector do turismo que vem dar respostas a este desafio”, lê-se também na apresentação da empresa.

Outras Notícias