Basso é forte possibilidade no Rali Vinho da Madeira

Confirmados estão os principais pilotos nacionais, bem como o belga Joachim Wagemans

14 Jul 2018 / 02:00 H.

O piloto italiano Giandomenico Basso é uma forte possibilidade para estar presente na edição 2018 do Rali Vinho da Madeira, no entanto nada ainda está garantido. Segundo apurámos, a vinda do vencedor de quatro edições da prova madeirense (2006, 2007, 2009 e 2013) está a ser negociada, no entanto da parte da organização do Rali Vinho da Madeira não, para já, qualquer confirmação sobre o assunto.

Uma coisa é certa, se Giandomenico Basso voltar à Madeira irá tripular um Hyundai i20 R5, a exemplo do que sucedeu no ano passado onde, recorde-se, foi o segundo classificado da prova madeirense, só batido pelo vencedor Alexandre Camacho. Curiosamente, este fim-de-semana o piloto italiano está a participar no Rally di Roma Capitale, mas num Skoda Fabia R5.

Confirmada está a participação do jovem piloto belga Joachim Wagemans, que irá conduzir um Peugeot 208 T16, igualmente da classe R5, apoiado pela estrutura italiana da Delta Rally. Recorde-se que Wagemans já esteve no ano passado na prova madeirense, onde tripulou um Peugeot 208 R2. Desta feita, mais conhecedor do asfalto madeirense, o piloto decidiu apostar numa viatura mais competitiva e que marca a sua estreia na classe R5.

No que diz respeito aos portugueses, todos os principais pilotos formalizaram a sua inscrição, casos de Armindo Araújo (Hyundai i20 R5), José Pedro Fontes (Citroën C3 R5 ), Ricardo Teodósio, Pedro Meireles e Miguel Barbosa, todos em Skoda Fabia R5, João Barros e Pedro Almeida, ambos em Ford Fiesta R5. Outra presença confirmada é a de António Dias, que irá estrear-se na Madeira com outro Skoda Fabia R5, sendo acompanhado pela navegadora madeirense Adriana Neves.

As inscrições terminam na quarta-feira, dia 18 de Julho. Até agora há cerca de 65 equipas inscritas.

Outras Notícias