Bairro do Galeão vai ser requalificado

Junta sinalizou o problema e o Governo paga obra que beneficia 100 apartamentos

19 Mai 2017 / 02:00 H.

São cerca de 100 apartamentos que vão ser melhorados. A necessidade de arranjos exteriores do Bairro do Galeão foi sinalizada pela Junta de Freguesia de São Roque e o Governo Regional, através da empresa Investimentos Habitacionais da Madeira, já deu luz verde para a intervenção.

O bairro vai assim sofrer obras de requalificação das zonas exteriores, anuncia a Junta de Freguesia, sem revelar datas concretas. A autarquia adianta que além do exterior, também as zonas comuns do edifício serão intervencionadas. Ou seja, além dos jardins à volta dos edifícios, serão melhoradas as escadarias e frentes de prédio, explica o presidente da Junta de Freguesia.

Pedro Gomes revela que a intervenção envolve a Junta e a IHM e sublinha que se trata de uma intervenção sinalizada no âmbito da iniciativa ‘Sítio a Sítio’, que vem sendo desenvolvida pela Junta de Freguesia nos últimos meses com visitas dos autarcas a diferentes sítios da localidade durante um dia. “Nas várias visitas que temos feito ao Bairro do Galeão e nos contactos mantidos com os moradores, verificámos que aquele conjunto habitacional estava um pouco degradado e a necessitar de recuperação”, revela Pedro Gomes ao DIÁRIO .

“Estamos a falar de escadarias, frentes de prédio e jardins”, especifica o autarca social-democrata que elogia a “resposta rápida” do Governo e da Secretaria da Inclusão, liderada por Rubina Leal, também candidata social-democrata à Câmara Municipal do Funchal.

A secretária também visitou o local com a Junta de Freguesia e é elogiada por Pedro Gomes. “Esta disponibilidade da dra. Rubina Leal, que visitou o local, revela bem a sua preocupação com as áreas sociais. Com ela, todas as situações têm sido rapidamente satisfeitas”, garante o presidente da Junta de São Roque.

O autarca lembra que as obras de requalificação “vão contribuir para melhorar a qualidade de vida dos moradores” naquele conjunto habitacional. No caso concreto do Galeão, são cerca de 100 apartamentos e 400 moradores que vão beneficiar dessa intervenção.

Outras Notícias