Papa canoniza pastorinhos a 13 de Maio

A canonização de Jacinta e Francisco irá acontecer em Fátima, aquando da deslocação do papa Francisco

21 Abr 2017 / 02:00 H.

O papa vai canonizar os pastorinhos Jacinta e Francisco, a 13 de Maio, em Fátima, uma notícia recebida com “muita alegria” pelo patriarca de Lisboa e com os sinos tocados a repique na Cova da Iria.

Pouco passava das 9h30 quando Francisco comunicou a sua decisão ao consistório, reunião formal de cardeais, no Palácio Apostólico do Vaticano, de aproveitar a sua visita a Fátima para canonizar as duas crianças que foram protagonistas dos acontecimentos de 1917 e que, com a prima Lúcia, disseram ter visto a Virgem Maria.

Os sinos tocaram a repique e o reitor, padre Carlos Cabecinhas, comunicou a notícia no santuário, rezando uma oração de acção de graças na Capelinha das Aparições. Após a beatificação, em 2000, pelo papa João Paulo II, a canonização tornou-se possível desde 23 de Março, quando o papa reconheceu um milagre atribuído a Jacinta e Francisco, aguardando-se apenas a data - o que aconteceu ontem.

O processo de canonização dos irmãos - que permite serem considerados santos pela Igreja e venerados nas igrejas - prolongou-se por 67 anos, tendo sido iniciado pelo então bispo de Leiria, José Alves da Silva.

O cardeal patriarca de Lisboa, Manuel Clemente, recebeu “com muita alegria” a notícia e e, em declarações à Rádio Renascença, afirmou que compromete os portugueses com o exemplo dos pastorinhos.

Outras Notícias