Assembleia venezuelana ataca ameaça de Trump

13 Ago 2017 / 02:00 H.

A Assembleia Constituinte venezuelana manifestou ontem o seu apoio ao Presidente Nicolas Maduro face às “ameaças infames” do seu homólogo norte-americano, Donald Trump, que admitiu uma “possível opção militar” no país sul-americano em crise. “Rejeitamos as ameaças cobardes, insolentes e infames” de Trump “contra a soberania sagrada da Venezuela”, escreveu a presidente da Constituinte, Delcy Rodriguez. A Assembleia Constituinte, com 545 membros - todos do partido no poder -, “agirá para acompanhar” o Presidente Maduro “na defesa” do país, adiantou.

Entretanto, o Pentágono negou a existência de um plano para uma intervenção na Venezuela.

Outras Notícias