Assaltantes ‘limpam’
2 mil euros em ouro

entraram pela janela de moradia no Livramento e furtaram anéis, colares e brincos

14 Ago 2017 / 02:00 H.

Um assalto perpetrado presumivelmente na noite de sexta-feira para sábado, teve como alvo uma moradia na freguesia de Santa Luzia, situada acima da sede do PSD.

Segundo o que o DIÁRIO apurou, os meliantes terão sinalizado a aquela vivenda no alto da freguesia de Santa Luzia, no início da Estrada Luso-Brasileira, ao descobrir uma janela entreaberta, a partir da qual se introduziram.

Os gatunos calcorrearam a casa à procura de bens valiosos, espreitando o conteúdo de gavetas e armários. Acabaram por fixar-se numa divisão do rés-do-chão, onde estavam guardados artigos de ourivesaria.

Sabe-se que entre os artigos em ouro furtados encontravam-se alianças, anéis, colares e pulseiras, deixando um prejuízo superior a 2.500 euros. Bens que, mais do que o valor comercial, representam uma grande perda em termos de importância sentimental para os lesados.

O crime foi participado à esquadra do Funchal da Polícia de Segurança Pública, na manhã de sábado, logo que os moradores detectaram que além de várias coisas fora de sítio, o guarda-jóias tinha sido remexido e lá já não estavam os artigos em ouro.

A PSP esteve a recolher elementos para a investigação, analisando a presença de eventuais impressões digitais e outros vestígios que possam servir como meio de prova para identificar o autor do furto.

A investigação policial estará também atenta às sempre tentadas transacções clandestinas daqueles artigos junto de casas de compra e venda de ouro ou no mercado negro, contando para isso com o inventário dos artigos furtados onde constam todas as características.