As crianças também querem saúde e paz

Pai Natal há 9 anos afirma adorar aquilo que faz. A alegria também chega aos adultos

24 Dez 2016 / 02:00 H.

Chama-se Inácio Spínola mas, por estes dias, não é por esse nome que é tratado. O Pai Natal faz as delícias de miúdos e graúdos e de barba branca e fato vermelho espalha magia junto daqueles que passam pelo Fórum Madeira.

Há quanto tempo é Pai Natal? Este é o nono ano em que sou Pai Natal.

O que o motivou a seguir esta ocupação? O entusiasmo. Experimentei no primeiro ano, gostei e tenho sempre feito este papel.

Quais são os desejos das crianças? As crianças pedem várias coisas. Umas pedem brinquedos, mas há também aqueles que pedem saúde e paz.

Nota que as crianças vêem por iniciativa própria ou porque os pais as trazem? As mais novinhas são trazidas pelos pais, principalmente para tirar uma fotografia para recordação. Já as mais velhinhas chegam por iniciativa própria, porque olham para a casinha e como está cá o Pai Natal entra para falar comigo.

O que é que se diz às crianças? Digo que tudo vai correr bem e que o Pai Natal vai tentar trazer aquilo que eles pediram. Temos que falar com eles de forma a que fiquem satisfeitos.

Quais são os pedidos mais usuais? A verdade é que os pedidos são quase sempre os mesmos. As meninas, por norma, pedem bonecas. Já os rapazes pedem carrinhos, bicicletas e patins. As raparigas também já vão pedindo patins, mas esse é um pedido mais comum nuns rapazes.

Nota que os pedidos são quase sempre os mesmos? Sim, de ano para ano são poucas as diferenças nos pedidos dos mais novos.

Está reformado. Esta é uma boa forma de passar o seu Natal? Sim, claro que é. Além disso, as pessoas gostam de me ver. Como já cá trabalho há vários anos, as pessoas já me reconhecem. Há quem vá tirar fotos com outros Pais Natal, mas voltam sempre aqui e dizem que não há outro Pai Natal como este aqui do Fórum.

Quer dizer que já é conhecido e reconhecido pelos clientes do centro comercial? É verdade! Já sou conhecido por muitas crianças que chegam aqui e são capazes de dizer que é o mesmo Pai Natal do ano anterior. Muitos referem que têm em casa a foto com o Pai Natal. Também há senhoras que dizem que já têm quartos cheios de fotografias.

Significa que é algo que gostava de continuar a fazer? Em princípio, sim. Só podemos contar com um dia de cada vez, mas se lá chegar sim.

Com 65 anos, que balanço faz desta experiência como Pai Natal? Tem sido muito bom. O primeiro ano custou mais um pouco pois não estava bem a par do assunto. No entanto, a partir daí, já levo tudo isto como uma brincadeira. Gosto das crianças, de os fazer vir, de brincar com eles e de falar com todos os que cá chegam. Adoro isto!

Os adultos também costumam tirar fotografias consigo? Sim, há muitos adultos que cá vêem tirar fotografias, mas a maioria são retratos de famílias.

Outras Notícias