Apostas que se querem lucrativas

O forte investimento que se fez notar há uns anos ajudou a desenvolver a Madeira, mas a crise chegou e o betão ficou. A ideia passa agora por dinamizar várias infra-estruturas que pretendem atingir o seu ponto de retorno lucrativo, sem esquecer a nossa maior riqueza

07 Nov 2017 / 02:00 H.

A dicotomia entre investimento e retorno é posta em causa quando o dinheiro que é empregue não supera o valor despendido. O processo de gastar uma quantia e tê-la, pelo menos de volta, é desde há muito um tema em discussão, numa ilha que se afirma como desenvolvida, acessível e ligada à natureza.

Nas últimas quatro décadas, a Madeira sofreu profundas modificações em termos infra-estruturais...

Outras Notícias