Aleste muda-se para o complexo balnear da Ponta Gorda

O festival realiza-se a 26 de Maio e troca a Barreirinha por um espaço mais amplo

16 Abr 2018 / 02:00 H.

O Aleste, maior festival independente de música alternativa na capital madeirense, realiza-se este ano a 26 de Maio, no Funchal, tendo já confirmado, no cartaz, nomes grandes da actual cena artística dentro e fora de portas. Mas, hoje, a grande novidade não vai para outra confirmação no alinhamento do festival, mas sim para a própria localização do festival.

Isto porque o Aleste, que estava apontado para acontecer, à semelhança de anos anteriores, no complexo balnear da Barreirinha, acaba de mudar a sua localização para um espaço igualmente à beira-mar, mas ainda mais amplo e com melhores condições: o complexo balnear da Ponta Gorda.

Conforme explica a organização, a Barreirinha sofreu recentemente alguns danos em virtude do mau tempo que assolou a Madeira nos últimos tempos. Por isso, e a pensar no conforto do público do festival, foi acertado com a Frente Mar Funchal a mudança do festival para a zona este do Funchal, onde está situada a Ponta Gorda.

Sobre o complexo da Ponta Gorda refira-se que é um lugar amplo, aprazível, sossegado e servido por um passeio marítimo que diariamente é usado por centenas e centenas de transeuntes. Possui duas piscinas de água salgada, uma para adultos e uma para crianças equipada com equipamento ludoinfantil e uma piscina natural de maré. Tem uma área de solário com um total de 690 m2. Para além das piscinas, os utentes têm à sua disposição acessos ao mar, onde podem apreciar e nadar em águas cristalinas.

Resta acrescentar que o Festival Aleste tem já confirmados os concertos de Bruno Pernadas (compositor e multi-instrumentista, além de um dos nomes maiores da música nacional dos anos recentes), Surma (Débora Umbelino, ‘timoneira’ de viagens por locais exóticos e longínquos), Bitchin Bajas (trio norte-americano surpreendente), BISPO (projecto paralelo dos Capitão Fausto) e ainda o projecto Celeste/Mariposa de Wilson Vilares (caracterizado pelo afro-baile, uma celebração da cultura PALOP).

Refira-se que que os bilhetes ‘early-bird’, a preço promocional de 15 euros, já se encontram esgotados. Poderão agora ser comprados os ingressos gerais de 20 euros no Barreirinha Bar Café e locais habituais.

De recordar que, em Maio de 2017, na anterior edição do Aleste, o festival com nomes como Bonga, Islam Chipsy, Capitão Fausto, The Poppers, Sensible Soccers e Lavoisier.