Agência Urbanistas vence prémio com vídeo dos ‘Concertos L’

Lisboa /
03 Nov 2017 / 02:00 H.

É o reconhecimento nacional do talento e visão ímpares da agência de comunicação madeirense urbanistas: o Festival Internacional de Cinema ART&TUR premiou o vídeo de apresentação dos ‘Concertos L’ de 2017, o cada vez mais conhecido festival de música da Estalagem da Ponta do Sol.

O vídeo, que mostra uma Madeira com estética e narrativa diferente do habitual vídeo turístico, teve realização, edição e captura de Nuno Serrão, captura de Pedro Sousa e banda sonora de Ryan Taubert.

“O Nuno Barcelos, organizador do festival, deu-nos a liberdade criativa possível - desde que tivéssemos em mente o público-alvo, que vai dos 8 aos 80, em idade e personalidade”, começa por explicar Nuno Serrão.

“Com receio de alienar o público mais conservador com planos que eram maioritariamente escuros e estáticos, o fim harmoniza as coisas (...) O vídeo é um equilibro entre a luz e a falta dela, uma continuidade interrompida por uma série de match cuts gravados sempre durante a penumbra, horário em que os concertos acontecem”, diz o director criativo da urbanistas, onde para além da realização também desenvolve áreas como o design, a fotografia e produção de eventos culturais.

O vídeo mostra uma série de imagens impactantes da ilha, à medida que vão ‘desfilando’ os nomes da edição deste ano dos ‘Concertos L’, casos da cabo-verdiana Ceuzany, os portugueses Ermo, Sérgio Godinho & Filipe Raposo, Carlos Bica & André Santos, Best Youth, Volúpia das Cinzas e ainda as Señoritas, o brasileiro Silva, a cantora e compositora holandesa, nascida no Irão, Sevdaliza (que se estreou em solo português), a britânica Anna Meredith e finalmente os suecos Wildbirds & Peacedrums.

Recorrendo a uma série de técnicas visuais, caso do ‘time lapse’, o vídeo também ‘pisca o olho’ aos amantes da astronomia ou não fosse Nuno Serrão um dos dois astrofotógrafos portugueses premiados pela NASA, concretizando, por exemplo, um plano fabuloso do Fanal, com o céu ‘estrelado’ como pano de fundo, sem a tradicional poluição visual das cidades que ‘tapa’ a beleza cósmica.

Ora, Nuno Serrão, dono de um vasto currículo a título individual, que até já teve uma curta-metragem no Festival de Cannes, em França, e cuja primeira exposição fotográfica Project Paperclip correu o mundo, expondo a sua fotografia em Milão, Madrid, São Francisco e Lisboa, vê assim premiada a sua agência de comunicação e o trabalho de uma equipa de profissionais, mostrando uma vez mais que, hoje, não há fronteiras, pelo que é possível estar numa ilha e produzir trabalhos multimédia com capacidade de arrecadar prémios lá fora.

Concorrência renhida

Este ano, o Festival ART&TUR contou com a participação de um número muito significativo de excelentes filmes de turismo nas suas duas secções competitivas ‘Tourfilm’ e ‘Doc’, perfazendo no total 311 inscrições oriundas de 41 países.

Todos os filmes foram avaliados por um júri composto por profissionais e estudiosos de Cinema, Marketing e Turismo, que após avaliação determinaram os vencedores que foram anunciados na Gala de Prémios de passado dia 3 de Novembro.

O ART&TUR – Festival Internacional de Cinema de Turismo vai para a sua décima edição e é um evento ímpar no panorama nacional e internacional, organizado pela APTUR – Associação Portuguesa de Turismologia e conta com o apoio oficial da Câmara Municipal de Vila Nova de Gaia e da Turismo do Porto e Norte de Portugal.

Operando ainda em íntima ligação com diversas universidades e politécnicos portugueses, na organização da ‘International Conference on Cinema & Tourism’, a qual é também apoiada pela Euro-Asia Tourism Studies Association (EATSA), sendo também um importante fórum de reflexão sobre as novas tendências do turismo e do audiovisual, facilitando o diálogo entre os especialistas universitários e os representantes do sector empresarial, e ainda um evento original com capacidade para se diferenciar no meio da torrente de eventos que proliferam de Norte a Sul de Portugal.

Enquanto membro do CIFFT, o Festival ART&TUR integra uma rede de 16 festivais internacionais que se realizam ao longo do ano em treze países da Europa, Ásia e Estados Unidos.

Sobre a urbanistas

Desde o seu início, em 2011, que a urbanistas de Nuno Serrão (na foto) se tem posicionado como uma solução de referência para empresas que procuram uma agência criativa, moderna e multidisciplinar, que integra várias áreas dentro do marketing tradicional e digital.

Para além de contar com alguns dos maiores grupos e empresas na Madeira como clientes, o seu trabalho, seja ele design, fotografia, vídeo ou outro, encontrou clientes e público em locais como Lisboa, Porto, Nova Iorque, Madrid, Milão, Cannes, São Francisco, São Petersburgo, São Paulo e Londres.

Outras Notícias