AAUMa conseguiu

A Associação estava nos dez finalistas do Prémio de Voluntariado Universitário

Lisboa /
06 Dez 2017 / 02:00 H.

Tinham fé e a crença compensou. A Associação Académica da Universidade da Madeira (AAUMa) venceu ontem em Lisboa a 2.ª Edição do Prémio de Voluntariado Universitário Santander Universidades na categoria Projecto, curiosamente no mesmo dia em que recebeu no Porto o Prémio do Instituto Português do Desporto e Juventude das Boas Práticas do Associativismo Jovem, anunciado em Setembro. Foi um Dia do Voluntário em grande.

O programa ‘Herança Madeirense’, da AAUMa, era um dos dez em cima da mesa, tendo acabado por ser escolhido este ano, num concurso que envolveu 50 candidaturas de todo o país. Consiste essencialmente num conjunto de parcerias e iniciativas dinamizadas por estudantes e voluntários de vários países que depois resultam em receitas que alimentam este projecto e ajudam alunos carenciados da instituição de ensino superior e actividades de beneficiação da Universidade.

Na mesma candidatura estavam os projectos Spot AHEAD (Associação Humanitária para a Educação e Apoio ao Desenvolvimento) Bairros, da Nova School of Business and Economics; U.Dream - Capacitação de voluntários, pela Universidade do Porto; Consultoria Solidária, da FEP Junior Consulting da Faculdade de Economia da Universidade do Porto; Escola Inclusiva, do Instituto Politécnico de Viana do Castelo; Happy Wish, da Universidade da Beira Interior; Mais Activo Mais Vividos Intergeracional, da Faculdade de Desporto da Universidade do Porto; Move Açores, da Católica Lisbon School of Business & Economics; Plantar o Futuro, da Universidade de Aveiro; e Integra-te, da Universidade de Évora.

Relevância e pertinência do projecto, coerência do plano de trabalho, alcance da intervenção, plano de monitorização e avaliação, originalidade e inovação e envolvimento da comunidade foram os critérios para a escolha do vencedor, referiu a AAUMa, que esteve representada em Lisboa na entrega do prémio, ontem à tarde na sede do Santander, por Luís Eduardo Nicolau, um dos elementos da direcção e voluntário também.

O prémio destina-se a o “incentivar cada vez mais a prática de uma cidadania activa através do voluntariado e recompensar o esforço dos jovens mais envolvidos nestas actividades”, podemos ler na página da entidade promotora, que dá 3 mil euros ao vencedor em cada categoria. Há prémios para Projecto, Comunidade, Ideias e Comunicação. Just a Change, o Spot e o VO.U. Pirueta foram os vencedores da primeira edição, tendo ainda no ano passado sido atribuída uma Menção Honrosa ao SOS Estudante, da Associação Académica da Universidade de Coimbra.

Quanto ao Prémio Boas Práticas do Associativismo Jovem, recebido no Porto, tem um valor pecuniário de 1.500 euros. Tanto um como o outro valor serão investidos nas bolsas de alimentação, no apoio em material, na compra de livros e na recuperação de salas de aula e de estudo, referiu a AAUMa.

Com o Prémio de Voluntariado Universitário, a AAUMa conseguiu ainda um outro apoio precioso. Durante um ano vai contar com um especialista que os vai ajudar a fazer crescer a ‘Herança Madeirense’.

De referir que na cerimónia de entrega dos prémio no Porto a AAUMa foi representada por um antigo membro da Associação e que em Lisboa esteve presente o reitor da Universidade da Madeira, José Carmo.

Outras Notícias