8,8 milhões para terminal da Madalena do Mar

Até agora foram já aprovados 35 projectos no POSEUR no valor 176 milhões

08 Nov 2017 / 02:00 H.

A regularização do troço terminal da ribeira da Madalena do Mar foi aprovada pelo Instituto de Desenvolvimento da Madeira (IDR), tutelado pela Vice-presidência do Governo, no âmbito do Programa Operacional de Sustentabilidade e Eficiência e no Uso de Recursos (PO SEUR).

O projecto terá um custo total de 8,8 milhões de euros, com uma comparticipação comunitária de 6,6 milhões de euros, e insere-se num conjunto de medidas estruturais que o Governo Regional tem vindo a executar e que compreendem intervenções de estabilização e consolidação de encostas, regularização de linhas de água e redução da perigosidade da aluvião.

A operação localiza-se no troço terminal da ribeira da Madalena do Mar, numa zona classificada como urbana e rural, onde existem espaços residenciais, florestais e naturais (praia).

Os trabalhos a realizar consistem, essencialmente, na reconstrução de muros de protecção e respectivas fundações, na rectificação do próprio traçado, na regularização da soleira da ribeira, no prolongamento dos muros na foz da ribeira e na construção de uma rampa de acesso a jusante da ponte, de forma a facilitar os trabalhos regulares de manutenção e limpeza.

A operação contribuirá para a consecução dos objectivos de prevenção e gestão de riscos das ribeiras da Região, na medida em que permitirá a atenuação da vulnerabilidade de uma área exposta a riscos de cheias e aluviões, reforçando assim a segurança de pessoas e bens.

A intervenção desenvolve-se no âmbito da promoção da adaptação às alterações climáticas e a prevenção e gestão de riscos e na promoção de investimentos para fazer face a riscos específicos, assegurar a capacidade de resistência às catástrofes e desenvolver sistemas de gestão de catástrofes.

Até agora foram já aprovados 35 projectos no PO SEUR, num valor global de 176 milhões de euros, com uma comparticipação comunitária de 134 milhões de euros, equivalente a 45% do valor global do Programa (295,5 milhões de euros).

Outras Notícias