44 metros apetecíveis

Centenas de madeirenses e turistas juntaram-se na Rua da Carreira

10 Dez 2017 / 02:00 H.

Não tem como intenção entrar nos recordes do Livro do Guiness, mas não deixa de ser bem grande a extensão da iguaria que dá o nome a este certame. A Festa do Bolo de Mel reuniu ontem centenas de pessoas na Rua da Carreira, numa iniciativa em que não faltou o Vinho Madeira para ‘empurrar’ os 44 metros de bolo, sempre com uma forte componente musical, ora com grupos de amigos, folclore ou banda filarmónica.

Segundo António Gomes, presidente da Junta de Freguesia de São Pedro, entidade responsável pela organização do evento, “a ideia não é crescer” até aos 100 metros nas próximas edições, mas sim “manter e atrair para esta zona um conjunto de actividades”, dado que a Rua da Carreira “estava ficando abandonada”.

“Temos de pensar no nosso centro histórico. O comércio não se dá só lá em baixo, também há comerciantes cá em cima”, vincou António Gomes, esclarecendo que “todos os anos os comerciantes sentem este esvaziamento”.

Ainda de acordo com o presidente da Junta, “falta muito mais iluminação nestas ruas”, aproveitando a oportunidade para criticar a Direcção Regional do Turismo que há dois anos não apoia esta festa. “Normalmente o que nos dizem é que ou é muito tarde, ou que não têm verbas para este evento, arranjam sempre uma justificação”, disse António Gomes.

A Festa do Bolo de Mel era totalmente gratuita e contou com animação musical pela noite dentro, sendo que foram muitos os que quiseram ver e experimentar.