2017 brilhante difícil de repetir em 2018

Marítimo foi 4.ª equipa com mais pontos somados em 2017, nos dois campeonatos

01 Jan 2018 / 02:00 H.

O Marítimo acaba o ano 2017 na quarta posição entre todas as equipas que participaram na Liga Portuguesa de Futebol Profissional. Ou seja, somados todos os jogos que a formação de Daniel Ramos realizou - 19 relativos à temporada 2016/17 e 14 já desta época - foram totalizados 57 pontos, apenas suplantada pelos três grandes.

Refira-se que na segunda metade da época passada, desde Janeiro de 2017, o Marítimo efectuou 19 jogos na Liga, vencendo sete deles, empatando 9 e apenas perdendo três. Já na presente temporada, e ainda concernente à primeira volta do campeonato, os verde-rubros já efectuaram 14 jogos, dos quais venceram sete, empataram três e perderam quatro. No total do ano de 2017, o Marítimo soma 33 jogos, com 14 vitórias, registaram 12 empates e somaram sete derrotas.

Com este pecúlio, o Marítimo de Daniel Ramos terminou o último campeonato na 6º posição, que lhe valeu a nona presença na Liga Europa, na qual os verde-rubros participaram na 3ª pré-eliminatória e no play-off, com quatro jogos efectuados.

Na presente época, e numa altura em que faltam duas jornadas para acabar a primeira volta da Liga, o Marítimo sustenta o quinto lugar, que, a exemplo então do sexto lugar do último campeonato, tem o acesso à Liga Europa condicionado pelo vencedor da Taça de Portugal. O que significa que o quinto classificado, esta época, da Liga, poderá ter que espertar pelo resultado da final da Taça de Portugal para festejar ou não o acesso à Liga Europa.

21 vitórias em 47 jogos

Refira-se que, no total, o Marítimo, em todas as competições, efectuou 47 jogos, dos quais venceu 21, empatou 19 e perdeu 9. Um pecúlio que retrata um grande ano de 2017 na era Daniel Ramos.

Manter este nível competitivo é ao desejo de Daniel Ramos, mesmo que se perspectiva um quadro mais complicado. Desde logo porque o Marítimo, que faz da sua casa a grande fortaleza maritimista, terá menos um jogo na segunda volta (oito) relativamente à primeira, e terá jogos de elevado grau de dificuldade. Tudo vai depender, ainda, do mercado de Janeiro, relativamente a entradas e saídas, que possam fortalecer ou enfraquecer o plantel maritimista.

Cova da Piedade ponto negativo

A eliminação do Marítimo às mãos do Cova da Piedade, da II Liga, passa pelo momento mais negativo em 2017. Uma prova na qual os verde-rubros tinham ambições, mas que, sempre frente a equipas dos escalões secundários, foi feita de forma sofrida até ao afastamento em casa pela formação do Cova da Piedade.

Apenas Sporting fez dois golos

A titulo de curiosidade, no dérbi com o União, que fechou a fase de grupos das Taça da Liga, o União logrou marcar dois golos ao Marítimo nos Barreiros. Feito que, desde que Daniel ramos é o treinador dos verde-rubros, apenas o Sporting lograra alcançar, no empate (2-2) registado a 7 de Janeiro de 2017.