10 startups internacionais em ‘retiro’ na Madeira

Devido à elevada procura foram escolhidas mais startups do que as oito inicialmente previstas. O ‘Madeira Startup Retreat’ arranca a 15 de Janeiro no Colégio dos Jesuítas

18 Dez 2017 / 02:00 H.

Já foram escolhidas as 10 startups internacionais que vão integrar o Madeira Startup Retreat, programa internacional para empresas tecnológicas na área do turismo, desenvolvido na Região pela Startup Madeira (Vice-presidência do Governo Regional), o Turismo de Portugal e a Nova School of Business and Economics.

Tratam-se da Cheeese (Rússia), Gym Nomad (Holanda), Life Pinner (Holanda), My Base Camp (Áustria), Peekaboo Guru (Paquistão), Room Raccoon (Holanda), Taxidio (Índia), Timescenery (Reino Unido), TripMagic (Eslovénia), e When in X (Macedónia). Foram ainda definidas como suplementes, a Get Malas (Brasil), a Hotelier 101 (Turquia), a Personal Travels (Itália) e a Rayka (EUA).

A selecção dos candidatos não foi tarefa fácil, afirmou a organização no momento da publicação dos resultados em www.retreat.startupmadeira.eu . A concurso foram aceites 61 candidaturas de startups, oriundas de 25 países. Tendo em conta esta elevada procura, foi então decidido o acolhimento de 10 startups, mais 2 do que o inicialmente previsto.

Serão então dez as startups, todas na área do turismo e lazer (embora com modelos de negócio distintos) que, a partir 15 de Janeiro, e ao longo de 8 semanas (As equipas ao longo de 8 semanas (até 16 de Março) irão desenvolver os seus negócios na Reitoria da Universidade da Madeira – Colégio dos Jesuítas., algo que faz da UMa um parceiro importante desta primeira edição do projecto, refere Carlos Lopes, director executivo da Startup Madeira.

Segundo explica, aliar um ecossistema turístico maduro a novas tecnologias foi o desafio lançado pelo Governo Regional para a preparação e desenvolvimento do Madeira Startup Retreat. “A realização deste programa na Madeira permitirá às startups, ao longo de 2 meses, viverem uma experiência única num ‘laboratório vivo’. Grupos hoteleiros, aeroportos, portos, empresas de transportes e de animação turística poderão ser parceiros para testes de novas funcionalidades e/ou soluções”, refere ainda, acrescentando que as startups seleccionadas terão ainda acesso a um programa de mentoria desenvolvido em parceria com a Nova School of Business and Economics.

Recorde-se que a apresentação oficial do ‘Madeira Startup Retreat’ decorreu no passado dia 24 de Outubro, numa sessão pública que na UMa e que contou com apoio do Governo da Madeira e do Turismo de Portugal. Carlos Abade (Administrador do Turismo de Portugal) e Sérgio Guerreiro (Director do Conhecimento do Turismo de Portugal) vieram ao Funchal apadrinhar este lançamento. As inscrições dos candidatos decorreram depois até 30 de novembro e incluiu acções de promoção desenvolvidas pela equipa da Startup madeira no WebSummit.

Toda a informação sobre o programa, parceiros, etapas, finalistas e outros conteúdos já está disponível no site oficial do programa em www.retreat.startupmadeira.eu.