último comentário

Caixa prioritária? É ou não é?

 
Sílvia Nóbrega
27 comentários
Ferramentas
+A  A  -A

Afinal uma caixa prioritária é só para o inglês ver!? O supermercado Continente dos Viveiros falhou na situação de atendimento prioritário. Eu sou doente oncólogica e faço quimioterapia intra-venosa de 3 em 3 semanas e aconteceu-me por duas vezes a mesma situação, de chegar à caixa de pagamento e não ter prioridade. Apesar de já ter reclamado no livro de reclamações, no acima referido supermercado, no passado dia 21-6-2013, repetiu-se a situação desagradavél de eu ter sido ignorada no atendimento prioriritário. A funcionária da caixa de pagamento disse que o cliente que estava à minha frente é que tinha que ceder-me a vez,s e fosse de sua vontade. O cliente por sua vez virou-se para mim e a senhora de forma bruta respondeu-me, que eu não estava numa cadeira de rodas. Ou seja os funcionários têm medo ou preguiça de falar, os clientes são mal educados e nada civilizados, e uma pessoa menos capacitada não tem os seus direitos respeitados. Ao supermercado fica aqui o recado: se na prática o atendimento prioritário não funciona, retirem a placa de sinalização e assim ninguém é induzido em erro.

27

Comentários

Este espaço é destinado à construçăo de ideias e à expressăo de opiniăo.
Pretende-se um fórum construtivo e de reflexăo, năo um cenário de ataques aos pensamentos contrários.

0
updown

No Continente e Pingo Doce existem caixas prioritárias.
No Continente as meninas que estão nas caixas não têm autorização superior para dar passagem às pessoas como no meu caso ando de muletas com um pé fraturado tive de esperar que as pessoas que se lá encontravam "normais" fossem atendidas.
No Pingo Doce perguntei pois estava muita gente, obtive como resposta de umas das caixas, "a minha colega só entra às 17" ok larguei as compras no cesto e vim embora.

1
updown

Não estou a perceber! Pé fraturado é deficiência?

0
updown

Não. Mas é limitação motora temporária e, portanto, com direito a prioridade.

2
updown

Eu sou literalmente contra esse tipo de caixa. Até porque ninguem as respeita. 2 casos que se passaram comigo: 1º - estava o supermercado super calmo, poucas caixas a funcionar e dessas, a única sem ninguem, era uma prioritária para grávidas. Fui lá. Chega uma mulher (só chamo senhora a que o é), aparentando mais de 50 anos e diz que tem que passar porque está grávida. A minha resposta imediata foi: "só se for dos seus netos". e lá fiquei. 2-Estava numa caixa até 10 unidades. eu tinha exatamente 11 no cesto. Chega uma mulher brasileira, seguida do marido, cada um com o seu certo e queriam passar à frente de todos os outros, dirigindo-se à senhora da caixa, onde eu já estava com as compras no tapete. Ora, eu que me apercebi (e os outros também) do que o casalinnho pretendia, sugeri à senhora que tomasse redbull (porque dá asas) e voasse para o fim da linha. Mas como já aqui foi dito, dou prioridade a grávidas, idosos e afins, mas isso em qualquer caixa e não só nas prioritárias. A isso se chama civismo.

2
updown

Concordo consigo, e ainda hpje estava em num estabelecimento denominado de supermercado e quando estava a colocar no tapete cerca de um duzia de produtos eis que um casalinho, relativamente jovem começa a passara a frente de todos os que estavam na fila e ele a dizer que tinha de ser atendido por toda a gente porque a "mulher" dele esta gravida de 2 semanas!!!!! Isto é simplesmente ridiculo!!!! A mim não me causa transtorno nehum ceder o lugar quando se nota que é evidente a dificuldade de quem esta atras de mim e ou mesmo até quando se tem um cesto cheio de compras e esta uma pessoa com um ou dois artigos atras, não custa nada dar o lugar, agora isto que este "casalinho" quis fazer é xico-expertismo, passaram a frente de toda a gente, porque continuei a por os produtos no tapete e disse à caixa que se ele atendesse aquelas criaturas antes de mim os artigos que eu queria trazer iam lá ficar. A suposta gravida ficou vermelha que nem um tomate e so dizia para ele parar com aquela cena. Enfim coisas que sempre pensei só existirem em filmes supercomicos. As pessoas estão simplesmente a perder a noção do ridiculo, ou será da onda de calor?

1
updown

Independentemente dos motivos a realidade é que não se respeita a caixa prioritária e os colaboradores tem medo de dizer com receio da reação dos clientes.
Penso que o que tem de haver é mais cidadania, respeito pelas regras.

1
updown

Sou cliente habitual desse supermercado e as funcionarias já me conhecem, pois é o único super k vou, elas mesmas poderão ver ou refletir de quantas vezes eu tentei usar a mha condição para passar à frente de alguém. Em 3 anos eu tentei usar o serviço 2 vezes e só pk estava mesmo mal. Não kero alargar mt o assunto, mas para alguns comentários que aki vi, não julguem sem saberem e sem conhecerem.

2
updown

Já dizia o ditado "Cada um sabe de si e Deus sabe de todos",a pessoa em causa não culpa ninguém pela doença dela,ao longo da sua luta nunca se fez de coitadinha,até atual data ela nunca antes tinha se dirigido ao atendimento prioritário,mas se existem direitos porque não fazer uso deles?!Ou é só os deveres que devemos cumprir,direitos ninguém os merece?É por estas e por outras que vivemos numa sociedade decadente,em que só alguns se tocam e são boa gente.E só alguns reinvindicam.
O cancro como todas as doenças não trazem etiqueta,não estipulam horários nem dias para sair de casa.À espera do horário ideal e do dia certo morrem à espera.Ninguém faz a vida por eles,até as coisas mais básicas do dia a dia tornam-se burocráticas.É uma questão de bom senso,seja de quem for.

3
updown

Em qualquer fila uma senhora grávida que queira passar á frente por mim naõ tenho problemas em dar passagem, da mesma forma que se tiver um carro cheio de compras e vier uma pessoa qualquer com um artigo só não tenho problemas em ceder também o lugar. Tudo deveria ser bom senso em vez de sinalizações idiotas. Porque se eu estou numa fila ninguém sabe a minha condição a naõ ser que seja visivel... e eu também não sou obrigado a ver se está alguém atras de mim grávido ou com doenças, as pessoas é que teem que pedir licença.. E cuidado se derem vez a senhoras grávidas, porque podem ser apenas gordas e ainda se ofendem com o vosso gesto.. nada é assim tão linear, essas caixas tem muito que se diga..

2
updown

Em 3 anos de luta nunca me fiz de coitada e muito menos alguma vez abusei do serviço prioritário, apesar de ser 1 direito que me assiste. Usei o serviço prioritário 2 vezes e dessas 2 vezes escrevi no livro de reclamações pk não me foi dada prioridade, e só pedi o serviço prioritário pk tinha feito kimio nesses dias e não estava mesmo bem, e quem me conhece sabe que eu não sou pessoa de me fazer de coitada, a vida n me permite isso, mas olhem que se calhar dava jeito....... Basta olhar para mim para se ver a minha condição, não tenho cabelo, nem pestanas, nem sobrancelhas, só não vê quem não quer. Não tenho problemas de prioridade em lado nenhum, só neste supermercado. Não acho certo pk ninguém é obrigado a se colocar no lugar de ninguém e se existe 1 placa com serviço prioritário para que serve?? É só pk é obrigatório ter.... Infelizmente sou eu k tenho de fazer a minha vida,não tenho quem a faça por mim, até ir ao supermercado..... limitada eu já estou e muito. Não estou aqui para julgar os clientes mas sim o supermercado e esse sim sabe as regras da caixa prioritária. Obrigada.

O nome que será apresentado como autor do comentário.
O conteúdo deste campo é privado e não será exibido publicamente.

07:01

Veja o teledisco criado por equipa da Madeira para chegar à Eurovisão pela Suíça

Rajah & Sapphire estão na pré-selecção do concurso europeu. Leia tudo hoje na secção 5 Sentidos do DIÁRIO
Ontem, 22:40

Os melhores do futebol 2013/2014 foram distinguidos

Cerimónia decorreu no Hostel Santa Maria