Festas de Lisboa celebram 170.º aniversário de Bordalo Pinheiro a partir de amanhã

31 Mai 2016 / 09:20 H.

    Espetáculos de música, teatro e dança voltam a animar as Festas de Lisboa a partir de quarta-feira, celebrando os 170 anos do nascimento de Rafael Bordalo Pinheiro e o 50.º aniversário da construção da Ponte 25 de Abril.

    O programa desta edição foi apresentado hoje no Jardim do Museu de Lisboa, onde a presidente da Empresa de Gestão de Equipamentos e Animação Cultural (EGEAC), Joana Gomes Cardoso, afirmou à agência Lusa que um dos desafios "é ter público em mais sítios da cidade", frisando que é importante "a programação não estar restrita as zonas históricas".

    Como destaques na programação encontram-se o "Fado no Castelo" com a atuação de Carminho (16 de junho), José Manuel Neto (17 de junho) e Ana Moura (18 junho), no Castelo de São Jorge, o espetáculo "Deixem o Pimba em Paz" com a orquestra Metropolitana de Lisboa (10 de junho), no Terreiro do Paço, e o concerto "Globaile", que assinala a despedida dos palcos dos Buraka Som Sistema (01 de julho), no jardim da Torre de Belém.

    Durante as festas, os lisboetas vão ser desafiados a fazer intervenções nos miradouros com a iniciativa "Criar Lisboa", bem como recuperar a tradição dos tornos de Santo António.

    Presentes nas raízes dos lisboetas, os arraiais vão animar os bairros da cidade durante o mês de junho, os tradicionais Casamentos de Santo António vão unir 16 casais e as marchas populares vão descer a Avenida da Liberdade, no dia 12 de junho.

    "Já não se imagina a cidade sem as festas", disse o presidente da Câmara de Lisboa, Fernando Medina, destacando o "percurso notável" das festividades, "no ponto de vista do aumento da sua importância no calendário da cidade".

    Para o autarca, as festas de Lisboa têm vindo a afirmar-se como "um verdade momento de demonstração de uma cidade aberta, cosmopolita e com uma fortíssima dinâmica cultural das várias áreas de expressão artística".

    Segundo Fernando Medina, a programação das festividades assume "o caráter de abertura ao mundo", com mais de 100 espetáculos diversos.

    Neste sentido, a 6.ª edição do Concurso Sardinhas prova que as Festas de Lisboa são "cada vez mais internacionais", considerou o autarca, anunciando que este ano recebeu 8.897 propostas, oriundas de 70 países, cujos cinco vencedores são dois jovens portugueses de Lisboa e Porto, um cidadão do Brasil, uma jovem da Grécia e outra da Ucrânia.

    Outras Notícias