Tranquada distribui documentos sobre os 'papéis do Panamá'

25 Abr 2016 / 12:12 H.

O presidente da Assembleia Legislativa da Madeira entregou, a cada um dos oradores na sessão comemorativa do 25 de Abril, documentos sobre a sua relação com empresas que estariam referenciadas nos 'Papéis do Panamá'.

Tranquada Gomes já explicou que o seu nome e do seu escritório - sociedade de advogados com Coito Pita - surge devido a ter recebido uma procuração, nos anos 90 do século passado, para representar uma empresa junto da Mossack Fonseca. O presidente da ALM rejeita qualquer envolvimento em processos ilegais ou de ocultação de dinheiro.

 

Outras Notícias