Ireneu Barreto cita Cavaco e diz que "é nos tempos mais difíceis que devemos ter a ousadia de pensar o futuro"

17 Set 2014 / 10:47 H.

Ireneu Barreto representou o presidente da República na abertura do Congresso dos 500 Anos da Diocese do Funchal e foi com uma citação de Cavaco Silva que caracterizou os objectivos deste evento: "É nos tempos quais difíceis que devemos ter a ousadia de pensar o futuro".

O Representante da República destacou o simbolismo dos temas que disco tem no congresso, história, cultura e espiritualidade, num momento em que o mundo passas por situações graves.

"No momento em que se respira no mundo uma atmosfera de conflito, os ensinamentos da História e os valores do espírito são o cais a que é urgente a costa. Não se trata de desigualdades e tensões sociais ou de choques de civilizações que pareciam já lazer parte do processo histórico. É a emergência de paradigmasaber e contra culturas que não prometem um mundo melhor, antes nos alertam para um futuro incerto", afirmou.

Para Ireneu Barreto, hoje  "como ontem, a defesa da dignidade da pessoa humana tem de ser assumida como critério de legitimação de todo o poder".