Governo Regional apresenta 'diamante estratégico' para o período 2014-2020

08 Abr 2014 / 16:25 H.

O Plano Referencial Estratégico para a Economia da Madeira - Horizonte 2020, depois de ter sido debatido no parlamento foi, esta tarde, apresentado pela Vice-presidência, no Salão Nobre do Governo Regional.

O plano, elaborado no âmbito das negociações do próximo quadro comunitário de apoios (2014-2020), é da responsabilidade do Instituto de Estudos Económicos e Sociais e foi apresentado por Oliveira das Neves.

O estudo teve como principais objectivos identificar oportunidades de desenvolvimento empresarial no âmbito das novas prioridades da União Europeia. Oliveira das Neves, antes da apresentação do plano, destacou o facto de as negociações com Bruxelas, para 2014-2020, terem sido muito positivas, com a Região a conseguir verbas muito superiores ao que estava previsto.

A estratégia 2014-2020, para a Madeira, tem por base cinco vertentes principais que formam um "diamante estratégico" com os seguintes vértices: Investigação e Desenvolvimento, Inovação e Energia; Formação e competências; Sustentabilidade ambiental e coesão territorial; Coesão social; Competitividade e internacionalização.

Oliveira das Neves apresentou alguns dos principais pontos do plano estratégico, nomeadamente os sistemas de incentivos que deverão estar disponíveis.

João Cunha e Silva encerrou a apresentação, recordando que este estudo "prepara as pessoas, as entidades públicas e privadas, para os tempos que aí vêm". O vice-presidente do Governo Regional justifica estas propostas com a necessidade de "pensar no futuro", naquilo que afectará a vida das pessoas e das empresas.