Coreia do Norte substituiu ministro do Comércio

06 Abr 2014 / 00:31 H.

    A Coreia do Norte substituiu o ministro do Comércio, revelou a imprensa norte-coreana, num ato apontado como uma possível destituição relacionada com a purga e execução em dezembro do tio do líder e ex-número dois do regime, Jang Song-thaek.

    A rádio pública norte-coreana informou hoje que o novo ministro do Comércio, Kim Kyong-nam, participou num festival de alimentação que marcou esta semana o aniversário do fundador do país, Kim Il -sung, que se celebra a 15 de abril.

    Esta é a primeira vez que a imprensa norte-coreana se refere ao político como responsável pela pasta do Comércio, embora se estime que a nomeação tenha ocorrido há um mês, coincidindo com as eleições celebradas no país, informou a agência sul-coreana Yonhap.

    O seu antecessor, Ri Song-ho, que ocupava o cargo de ministro do Comércio desde 2012, não foi incluído nas listas para deputado à Assembleia Popular Suprema (Parlamento) do país, nas eleições legislativas celebradas a 09 de março.

    Peritos citados pela agência Yonhap avançaram a possibilidade de a substituição ser parte da campanha de destituições desencadeadas pela execução, em dezembro passado, do até então "número dois" do regime e tio do líder, Kim Jong-un.

    Lusa