Universidade da Madeira recorda tragédia do 20 de Fevereiro de 2010 com conferência

11 Fev 2014 / 16:04 H.

No dia que se assinalam quatro anos após os eventos trágicos de 20 de Fevereiro de 2010, a Universidade da Madeira (UMa) promove, pelas 14h30, na Sala do Senado do Campus Universitário da Penteada, a II Conferência 'Memória e Desastres Naturais na Madeira. Catarse e (Re) construção'.

A conferência tem como objectivos "contribuir para a reflexão académica e cívica acerca dos desastres naturais experienciados na Madeira e evidenciar as problemáticas da catarse e da (re)construção", refere a UMa em comunicado.

Contará com as comunicações de Rui Campos Matos '1803-2010: o impacto de duas aluviões sobre a morfologia urbana do Funchal', de Martinho P. Mendes e Sara Bonati 'Riscos e desafios na cidade que muda: estratégias educativas para ler a sua evolução' e de Bruno Martins 'Capela de Nossa Senhora da Conceição – Plano de Reedificação – Memórias e Simbolismos'.

Esta segunda edição surge na sequência da I Conferência 'Memória e Desastres Naturais na Madeira. Lembrar, Esquecer, Relembrar?', realizada em 2013 e é promovida pelo Centro de Investigação em Estudos Regionais e Locais da UMa e o Centro de Estudos de Comunicação e Cultura da Universidade Católica Portuguesa, com o apoio do Mestrado em Estudos Regionais e Locais e a colaboração do Conselho de Cultura da UMa, no âmbito do projeto '(Des)Memória de desastre? Cultura e perigos naturais, catástrofe e resiliência. Madeira, um caso de estudo'.

A conferência é de entrada livre e dirigida à comunidade académica bem como ao público em geral.

Outras Notícias