Manuel Morais leva machete madeirense a Festival Internacional

19 Fev 2013 / 17:26 H.

Musicólogo foi homenageado pela Secretaria de Educação e Recursos Humanos

O Quinteto Drumond de Vasconcelos actua em Dezembro no Festival de Música Andalusa e Antiga, um evento a decorrer na Argélia entre os dias 20 a 29 e que é resultado de mais um contributo de Manuel Morais em defesa da música madeirense. O comendador, professor e musicólogo foi homenageado esta tarde pela Secretaria Regional de Educação e Recursos Humanos na sede da Direcção de Serviços de Educação Artística e Multimédia.

O professor foi distinguido pelo “valioso e incomparável contributo para a preservação e divulgação do património musical madeirense”, que se traduziu na investigação, recuperação e transcrição, e colaboração na publicação de repertório musical para braguinha do século XIX, também conhecido como machete. Na ocasião, Manuel Morais pediu a inclusão do ensino deste instrumento no Conservatório – Escola das Artes da Madeira e anunciou a actuação no Festival Internacional, com o agrupamento que criou e que junta ainda os madeirenses Robert Moritz e Vítor Filipe.

O secretário regional de Educação e Recursos Humanos agradeceu a visão e a entrega. Destacou precisamente o contributo deste 'madeirense de coração' que permitiu dar mais visibilidade ao património musical da Região. Jaime Freitas comprometeu-se preservar este trabalho e a fazê-lo crescer. “É para continuar e é para continuar a ter uma projecção para o futuro”, assegurou.

Para o dirigente, todos aqueles que pegam num assunto que está enraizado na cultura madeirense e lhe acrescentam, através do seu trabalho, mais valias são amigos da Madeira. “Se não for por mais que lhe devemos este reconhecimento, de certeza por isso o professor Manuel Morais, o comendador, já está também no coração de todos madeirenses”.
 

Outras Notícias