Representante da República indigita hoje Jardim a formar Governo

03 Nov 2011 / 09:36 H.

O Representante da República para a Madeira, Ireneu Barreto, recebe hoje o presidente do PSD-M, Alberto João Jardim, para indigitá-lo a formar o XI Governo Regional da RAM, na sequência da vitória eleitoral obtida a 9 de Outubro.

O PSD-Madeira obteve nesse sufrágio 48,5% dos votos, o que representou a décima maioria absoluta em eleições legislativas regionais, elegendo 25 dos 47 deputados que compõem a Assembleia Legislativa desta região.

O Representante da República convocou na passada semana os representantes dos partidos com assento parlamentar que, à excepção do PND que recusou o convite de Ireneu Barreto, concordaram com a regra democrática do partido mais votado escolher o presidente do Governo Regional.

O PSD-M, que se fez representar por Miguel de Sousa e Jaime Filipe Ramos, mais uma vez indicou o nome de Alberto João Jardim, o líder do partido com 68 anos que desde 1978 é o chefe do Executivo madeirense.

Após o encontro com o Representante da República, o PSD-M garantiu que o Governo Regional da Madeira "vai procurar ter um bom relacionamento" com o Executivo da República porque "isso é essencial ao Estado", apontando como objectivo "procurar encontrar posições conciliadoras, principalmente naquelas matérias que são vantagem para a Região e para Portugal".

Jardim já escolheu os elementos do novo Governo do arquipélago, que integra uma vice-presidência e cinco secretarias regionais, menos duas que no anterior elenco governativo.

O organigrama foi aprovado na passada semana, numa reunião da comissão política regional do PSD-M, e apresenta uma única novidade, o responsável pela secretaria regional da Educação e Recursos Humanos, Jaime Freitas, o presidente do Sindicato Democrático dos Professores da Madeira.

Assim, num contexto de crise financeira, com problemas agravados pela ocultação da situação da dívida regional, Jardim decidiu reconduzir pela quarta vez consecutiva o seu vice-presidente, João Cunha e Silva.

Manteve também os quatro titulares das pastas do Plano e Finanças (Ventura Garcês), Ambiente e Recursos Humanos (Manuel António Correia), Turismo e Transportes (Conceição Estudante) e Assuntos Sociais (Jardim Ramos).

O XI Governo Regional da Madeira vai tomar posse perante a Assembleia Legislativa da Madeira a 9 de Novembro, um dia depois da instalação do "novo" parlamento madeirense que integra nesta legislatura nove deputados do CDS, seis do PS, três do PTP, estando a CDU, o PAN, o MPT representados com um elemento cada.

Lusa

Outras Notícias